Marcelo Junior dos Santos Teixeira, o “Marcelinho”, tinha 18 anos - Crédito: Funerária Forneck Mattana/Reproduçaõ

Será sepultado na manhã desta segunda-feira, às 10h, no Cemitério Municipal de Montenegro, o rapaz que morreu durante uma abordagem policial no início da madrugada de ontem, domingo. O velório ocorre na capela mortuária da Funerária Forneck Mattana, no bairro Cinco de Maio.

Marcelo Junior dos Santos Teixeira, o “Marcelinho”, iria completar 19 anos no próximo dia 15 de fevereiro. A Polícia Civil e a Brigada Militar apuram as circunstâncias do fato.

Pelo que foi informado pela Polícia, Marcelo estava na carona de uma moto quando iniciou um acompanhamento da Brigada desde o centro da cidade, onde o condutor teria passado com sinal fechado e não tinha carteira de habilitação. No bairro Santo Antônio, altura da Rua Waldemar Pedro Steffen, a dupla teria furado uma barreira policial. O comando do 5º BPM alega que a moto foi jogada na direção de uma soldado, a qual fez um disparo em sua defesa e acabou alvejando o caroneiro. Ele foi socorrido pelos próprios PMs e levado ao Hospital Montenegro, mas não resistiu e veio a falecer. Ele era morador do bairro Santo Antônio e a família tem comércio perto do local da abordagem. Já o condutor da moto foi preso em seguida, por tráfico de drogas, tentativa de homicídio e direção perigosa. Segundo a Brigada, foi encontrada uma sacola com 39 pedras de crack, 130 gramas de maconha e balança de precisão. Os dois rapazes da moto, ambos de 18 anos, não tinham antecedentes policiais. O caso está gerando grande repercussão.

1 COMENTÁRIO

  1. Uma polícia despreparada, mal treinada, atira pelas costas sem maiores motivos, não vem ao caso se tinham drogas, o fato é que a polícia não é paga com nossos impostos para matar.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here