- Imagem ilustrativa

Casos de violência doméstica, contra mulheres, enquadrados na Lei Maria da Penha, estão entre os mais registrados pela Polícia Civil, muitas vezes resultando em prisões. E não são só brigas de marido e mulher. Uma das prisões foi de um homem que agrediu a própria filha com uma pedrada.

Pelo menos duas prisões, efetuadas pela Brigada Militar e lavradas na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Montenegro, ocorreram nos últimos dias. A última foi na tarde de ontem, sexta-feira, dia 22, por volta de 17h20, no bairro Aeroclube.

Uma guarnição da BM foi solicitada e chegando ao local a vítima relatou que seu pai teria lhe acertado uma pedrada na altura da cintura. E contou que ele já havia lhe agredido em outras oportunidades. Mesmo com a chegada da guarnição, o acusado continuou alterado. Segundo os PMs, foi necessária a utilização de algemas para contê-lo. E dentro da viatura ameaçou retornar à residência e colocar fogo na casa. Foi encaminhado para a DPPA, onde foi lavrada a prisão em flagrante e recolhido ao sistema prisional. Segundo a Brigada, o homem, de 45 anos, já tem antecedentes criminais por lesão corporal, dano, ameaça e perturbação da tranqüilidade.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here