Feminicídio de 17 anos atrás será julgado hoje no Caí

Julgamento aconteceu hoje no Fórum de São Sebastião do Caí - Crédito: Arquivo

Um caso de feminicídio que aconteceu em São Sebastião do Caí 17 anos atrás está com julgamento marcado para esta terça-feira, 27 de fevereiro, a partir das 9h da manhã.

Julgamento estava inicialmente marcado para o ano passado, mas foi adiado devido a enchente na região do Fórum
– Crédito: Arquivo

O júri popular estava inicialmente previsto para 5 de dezembro do ano passado, mas foi adiado devido a enchente que deixou o Fórum do Caí duas semanas fechado e em vista disso não pode ser realizado o sorteio dos jurados que precede a realização do júri, o qual precisa acontecer entre 10 a 15 dias úteis antes da sessão plenária.

Conforme o Ministério Público (MP), o réu Luís de Vargas, atualmente com 44 anos, é acusado da morte de Cláudia Fernandes de Lima, no bairro São Martim, mediante tiros de revólver. O homicídio aconteceu em 17 de dezembro de 2006, por volta de 18h, na RS-122, altura do quilômetro 4.

De acordo com o inquérito policial, o acusado era namorado da vítima há cerca de oito meses. Na denúncia, o MP considera que o réu agiu por motivo fútil, visto que matou a vítima por ciúme, por não aceitar o fim do relacionamento, entrando em sua casa, arrastando-a pelos cabelos para fora da residência e atingindo-a pelas costas com quatro disparos.

O réu já havia sido condenado a 14 anos e 3 meses de reclusão em 7 de novembro de 2017, mas o julgamento acabou sendo anulado e foi marcado novo júri popular. O tribunal do júri será presidido pela juíza Priscila Anadon Carvalho, sendo que a defesa será exercida pelo advogado Lineu Ismael Souza de Quadros e na acusação vai atuar o promotor Rafael Russomano Gonçalves.

0 Comentários

Deixe um Comentário

dois × 5 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página