Decisão do prefeito Gustavo Zanatta levou em conta a atual realidade de Montenegro, mas pode ser revista em caso de necessidade - Crédito: ACOM/Prefeitura

O prefeito Gustavo Zanatta estará em Brasília na próxima semana e o comando do Município ficará sob a responsabilidade do vice, Cristiano Braatz. Entre segunda e quinta-feira, o chefe do Executivo visitará os gabinetes de diversos deputados federais e senadores para encaminhar pedidos de emendas ao Orçamento da União. A meta é conseguir recursos para investir em diferentes frentes.

“Infelizmente, a arrecadação da Prefeitura não é suficiente para atender a todas as demandas da população. No sistema tributário brasileiro, uma grande fatia dos impostos fica com o governo federal, o que obriga os Municípios a buscarem verbas em Brasília”, explica Zanatta. Já nos primeiros dias de governo, o prefeito determinou que cada Secretaria fizesse um levantamento das prioridades que, alinhadas ao plano de governo, darão origem a uma série de projetos.

Na pasta, o chefe do Executivo levará, entre outros, pedidos de verbas para a construção de uma Policlínica, que permitirá a melhoria do Plantão 24 horas e a oferta de uma gama maior de exames e consultas. Também estão na lista recursos para a conclusão da Transcitrus, melhorias no Cais do Porto, asfalto e calçamento de ruas, compra de máquinas, veículos e equipamentos, habitação, acolhimento das vítimas de violência e saneamento básico. Zanatta ainda visitará alguns ministérios para verificar o andamento de projetos encaminhados pelo governo anterior.

“É importante que a comunidade saiba que estes pedidos não são atendidos imediatamente. O prefeito solicita a emenda, o deputado encaminha o cadastramento e a União libera quando tem o recurso”, ressalta Zanatta. “É um ‘plantio’ que precisamos fazer o quanto antes para colher no futuro”, compara.

Fonte: ACOM/Prefeitura

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here