Vacinação vai ocorrer pela manhã em drive-thru do Parque Centenário - Crédito: Prefeitura

Depois de aplicar pelo menos a primeira dose das vacinas contra a Covid-19 em todas as pessoas com 60 anos ou mais que procuraram pelo serviço, a Prefeitura de Montenegro começa a imunização de adultos que possuem alguma comorbidade. Será na terça-feira, 4 de maio e, como na fase anterior, o ritmo vai depender da liberação dos medicamentos pelo governo do Estado. A Secretaria Municipal da Saúde já possui 1.100 unidades da Oxford/Fiocruz para iniciar o trabalho.

Comorbidades são doenças ou problemas de saúde que aumentam o risco de condições mais graves. Por isso, a prioridade agora será destas pessoas, já que o coronavírus é muito mais perigoso para elas do que para quem é sadio. Ao colocá-las à frente, o governo pretende reduzir a pressão sobre os hospitais, uma vez que o tratamento dos sintomas, nestes casos, normalmente requer internação e até mesmo baixa nas UTIs.

A secretária Cristina Reinheimer explica que, nesta segunda-feira, haverá uma reunião para definir a documentação que será necessário apresentar na hora de receber a vacina. O Ministério da Saúde determina a comprovação da comorbidade. A aplicação ocorrerá no Parque Centenário, das 8h às 16h, sem intervalo, no sistema drive-thru.

Quem será vacinado agora
Pessoas de qualquer idade que tenham:
– Síndrome de Down
– Doenças renais crônicas (em diálise)
– gestantes e puérperas (com comorbidades)

– Pessoas de 54 a 59 anos que tenham:
– Diabetes
– Hipertensão
– Câncer
– Pneumopatias
– Doenças coronarianas
– Doenças imunossupressivas
– Doenças renais
– Doenças cardiovasculares
– Hemoglubinopatias
– Obesidade (grau 3)
– Cirrose hepática

Vacina na segunda-feira e 2ª dose

Amanhã será a “última chance” dos idosos com 60 anos ou mais para obterem a primeira dose. Nesta segunda-feira, dia 3, pela manhã, das 8h às 12h, quem ainda não foi atendido deve ir até o Parque Centenário para tomar a injeção. Importante levar junto um documento de identidade com CPF. Podem ser levados alimentos não perecíveis para doação para famílias carentes.

Sobre a segunda dose da Coronavac, para o reforço de quem fez a primeira injeção há 28 dias ou mais, Montenegro, assim como os demais municípios, aguarda o envio de um novo lote por parte do Ministério da Saúde, que repassa aos Estados. A produção do Instituto Butantan atrasou, devido a falta de insumos, devendo chegar novas vacinas nesta semana para colocar em dia a segunda dose.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here