Dinheiro será empregado na compra de medicamentos, pagamento de salários e na manutenção da infraestrutura de atendimento - Crédito: ACOM/Prefeitura

A Prefeitura está celebrando convênio com o Hospital Montenegro para ajudar a instituição, 100% SUS, em ações de combate à pandemia do novo coronavírus. Pelo acordo, a Prefeitura vai repassar R$ 1.050.000,00 em duas parcelas iguais de R$ 525 mil. O dinheiro será empregado na compra de medicamentos, pagamento de salários a profissionais da medicina e na manutenção da infraestrutura de atendimento.

Desde a eclosão da “terceira onda”, no fim de fevereiro, a instituição está prestando serviços além de sua capacidade. Na UTI, que tem apenas seis leitos destinados à Covid-19, chegou a haver 14 pacientes com a doença. Esta situação gerou um grande déficit, já que os custos de um leito Covid são quatro vezes maiores do que o dos demais. Simplificando, o HM recebeu corretamente por seis e, nos outros oito, foi ressarcido em apenas 25% do que gastou.

Prefeito Gustavo Zanatta assinou o convênio nesta terça-feira
– Crédito: ACOM/Prefeitura

Ao assinar o convênio, o prefeito Gustavo Zanatta destacou a importância da instituição. “Estamos empenhados em ajudar com o máximo que pudermos não só o HM, mas toda a rede pública de saúde, que tem feito um trabalho de muita dedicação em prol da comunidade”, afirmou o chefe do Executivo. O Diretor Administrativo do HM, Carlos Batista da Silveira, agradeceu o repasse e elogiou a administração municipal. “Zanatta e Cristiano estiveram aqui na campanha. Hoje mostram coragem e desprendimento mostrando que os montenegrinos acertaram na escolha”, disse Batista. Os recursos são oriundos do próprio orçamento do Município, da chamada verba de contingência.

O prefeito ainda lembrou que o Hospital tem sido um histórico parceiro da Prefeitura, contribuindo de forma substancial para a garantia de atendimento à população pelo SUS. “Desde a campanha eleitoral, sempre manifestamos o nosso desejo de trabalhar junto com o HM em benefício da população. Neste momento de grave crise, a colaboração da Prefeitura é fundamental”, ressaltou Zanatta.

Desde o surgimento da doença na região, no começo de 2020, março foi o mês mais trágico, com o registro de 2.141 casos (34%) do total de 6.287. Neste mês, também ocorreram 40 (41%) das 97 mortes provocadas pela Covid-19 em Montenegro.

Aplicação dos recursos

Os valores que serão repassados ao Hospital Montenegro deverão ser aplicados da seguinte forma:
– aquisição de medicamentos, materiais de consumo hospitalar, insumos e dietas alimentares;
– locação, manutenção e aquisição de equipamentos;
– manutenção da estrutura física, para adequação de espaços;
– contratação de profissionais especializados de forma terceirizada;
– contratação de serviços de apoio diagnóstico e tratamento;
– despesas de custeio para o enfrentamento da pandemia.

 

FONTE: ACOM/Prefeitura

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here