Compra do Parque Tio Manduca gera polêmica e projeto não foi votado ontem

Área particular junto ao Baixio já foi palco de vários rodeios e outros eventos, mas existem questionamentos quanto ao valor de R$ 1,5 milhão e por ser atingida por enchentes - Arquivo/FN

A Prefeitura de Montenegro encaminhou à Câmara de Vereadores, na quinta-feira da semana passada, dia 24, um projeto de lei que visando a compra do Parque Tio Manduca, situado no Passo do Manduca, próximo ao Rio Caí e junto ao Balneário Municipal (Baixio). Conforme a Administração Municipal, depois de muitas negociações, a aquisição da área ficaria em R$ 1,5 milhão, mas ainda dependia do aval dos vereadores. Na entrega do projeto na Câmara, o prefeito em exercício, Cristiano Braatz, estava acompanhado de alguns tradicionalistas. A justificativa para a compra da área, que já sediou vários rodeios e outros eventos, é de que, entre as muitas atribuições do poder público, está a promoção do lazer e o resgate dos traços culturais. Por isso a Prefeitura propôs a desapropriação do Parque Tio Manduca, que tem 196.600 metros quadrados e já conta com estrutura de banheiros, bar e arquibancadas em alvenaria.

Prefeitura propôs a compra da área junto ao Baixio e pista de rodeios no Parque Centenário poderia virar espaço para outros eventos
Crédito: Jaime Buttenbender/Prefeitura

Atualmente, o Município de Montenegro possui uma cancha de rodeios no interior do Parque Centenário, mas o local é considerado inadequado e inseguro pela Prefeitura, pelo pouco espaço para a movimentação de animais de grande porte, como cavalos e gado, utilizados em provas de laço e gineteada. E com a compra do Parque Tio Manduca, abriria um espaço para outras atividades no Parque Centenário. A Prefeitura já tem projetos para transformar o espaço no Centenário, onde hoje está a pista de rodeios, numa área de eventos, podendo receber anfiteatro, food trucks e outras atividades. Para a estrutura, inclusive, pode ser buscar recursos federais, dentro do processo de revitalização do Centenário.

Entretanto, a compra da área do Parque Tio Munduca tem gerado muitas discussões nas redes sociais. E ontem de noite, quinta-feira, foi o assunto mais falado pelos vereadores na sessão da Câmara, com várias manifestações dos vereadores. Os principais questionamentos são quanto ao valor proposto para a aquisição e por se tratar de área atingida por enchentes. Como houve pouco tempo para análise na Câmara, em razão do feriadão de carnaval, o projeto foi retirado de pauta pelo presidente do legislativo, vereador Talis Ferreira, e não foi votado ontem. Segundo Talis, serão buscadas mais informações junto ao prefeito Gustavo Zanatta, que volta de férias na segunda-feira. Zanatta e sua equipe devem participar de reunião na Câmara no início da manhã da próxima terça-feira, como costuma ocorrer antes da Comissão Geral de Pareceres (CGP). E só depois dos esclarecimentos os vereadores devem decidir se o projeto será votado ou não na próxima quinta-feira.

0 Comentários

Deixe um Comentário

três × 5 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página