Lançado o 2º Prêmio AJURIS de Redação nas Escolas

Juíza de Direito do Caí, Priscila Anadon Carvalho, participa do projeto que vai premiar alunos dos ensinos fundamental e médio das redes públicas

Uma sessão coletiva de autógrafos marcou o lançamento da segunda edição do Prêmio AJURIS de Redação nas Escolas, na última sexta-feira, 30 de junho, no auditório da Escola da Magistratura, em Porto Alegre. A Juíza de Direito Priscila Anadon Carvalho, titular da 1ª Vara Judicial da Comarca de São Sebastião do Caí, participa do projeto e esteve no lançamento.

Promovido pela Associação dos Juízes do RS (AJURIS), o prêmio é um convite aos alunos dos ensinos fundamental e médio das redes públicas (municipal, estadual e federal) para que reflitam sobre o papel da Justiça na sociedade e escrevam sobre o tema.

Os autógrafos da última sexta-feira foram distribuídos por um grupo de alunos que participou da primeira edição do prêmio, que ocorreu no ano passado. Do total de 287 textos inscritos, três foram selecionados como premiados e 21 foram escolhidos pela comissão julgadora para serem transformados em livro. Junto à redação de cada aluno, também foi publicado um texto de uma juíza ou juiz, convidados a refletirem sobre a visão do estudante em relação ao trabalho da Justiça.

Inscrições abertas

A segunda edição do concurso está com inscrições abertas até o dia 7 de agosto. Neste ano, os estudantes deverão enviar redações inspirados pelo tema “Ouçam bem o que venho dizer: quem a Justiça precisa ouvir?”. A premiação conta com as categorias Ensino Fundamental e Ensino Médio, com a distribuição de mais de R$ 10 mil em prêmios para os três primeiros lugares em cada uma.

A juíza Samyra Remzetti Bernardi, uma das coordenadoras do concurso, reforça que o prêmio busca estimular a reflexão dos adolescentes, com o apoio de seus orientadores, sobre o momento em que desejam que sua voz seja ouvida para que a Justiça seja feita em sua vida, como forma de enfrentar as dificuldades da rotina diária. “A ideia surgiu a partir de uma das redações do ano passado, em que uma adolescente relatava não se sentir protagonista da própria vida. Esse texto trouxe uma reflexão em relação às vozes das crianças e adolescentes que nem sempre são ouvidas, seja durante a sua vida ou até mesmo em um processo judicial que as envolve”, explica.

Lançamento da segunda edição ocorre na última sexta-feira

As instituições de ensino podem participar do concurso com a inscrição de dois alunos, um na categoria Ensino Fundamental e outro na categoria Ensino Médio. Os trabalhos serão analisados por uma comissão técnica, que avaliará quesitos como pertinência ao tema proposto, criatividade da escrita, clareza no desenvolvimento das ideias, gramática e ortografia. O II Prêmio AJURIS de Redação nas Escolas premiará os três melhores trabalhos em cada modalidade: o primeiro lugar com um notebook, o segundo com um tablet e o terceiro com um smartphone. As instituições de ensino que forem premiadas com ao menos um aluno, receberão um computador desktop.

Os textos em estilo livre devem conter de 25 a 30 linhas e serem escritos a próprio punho com letra legível na folha timbrada disponibilizada pela AJURIS. A inscrição dos alunos ocorre no formulário online disponibilizado pela entidade, com a inclusão dos dois anexos: folha de redação e termo de autorização dos pais ou responsável. Dúvidas podem ser encaminhadas pelo e-mail cultural@ajuris.org.br.

 

Inscrições: docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeO5v3IgUFI8QnOGXzulgyrBwjXgLQxZMkk32-apfQNKSK2XQ/viewform?pli=1

0 Comentários

Deixe um Comentário

14 − 6 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página