Reunião tratou da revisão de limites, para evitar transtornos aos moradores - Crédito: ACOM/Prefeitura

Questões geográficas têm causado transtornos a moradores de Montenegro e Triunfo, na divisa entre os municípios. Ontem, segunda-feira, dia 29, uma reunião na prefeitura de Triunfo debateu a questão em busca de uma solução. Participaram o prefeito de Triunfo, Murilo Machado, além do Procurador Geral do Município, Maurício Odorizi e do secretário de Planejamento, Itamar Figueiró. Os representantes de Montenegro foram o vice-prefeito Cristiano Braatz e a diretora de Geoprocessamento, Aline Rosa.

O problema começou em 2014, quando o IBGE realizou uma atualização dos limites entre os municípios, utilizando uma escala de 1 centímetro para cada 50 mil metros. Antes, estes levantamentos eram feitos com visitas a campo. O resultado acabou mudando os limites até então históricos e costumeiros, sobretudo nas localidades de Vendinha e Fazenda Quadros, criando situações de proprietários de matrículas de imóveis em uma cidade, a partir de então, passando para outra. De acordo com Aline Rosa, o próprio IBGE reconheceu o equívoco, criando comissões municipais para correções de limites.

O prefeito de Triunfo reconheceu o problema gerado e relatou que há uma lei municipal de 2018, que procura restabelecer os limites antigos. Segundo Murilo, a lei foi encaminhada para Montenegro, mas por aqui não avançou. Agora, esta análise deve ser realizada novamente para que um projeto similar seja apresentado em Montenegro e as duas leis municipais sejam remetidas à Assembleia Legislativa para que seja referendada a solução para os dois lados envolvidos, em comum acordo.

A diretora de Geoprocessamento de Montenegro esclarece que, além de Triunfo, outros dois municípios têm situação parecida envolvendo as divisas com a cidade: Paverama e Brochier, que devem ser procurados em breve.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here