No projeto de concessão, Governo propõe que pedágio no Portão seja desativado e dividido em duas novas praças, o que tem gerado protestos - Crédito: Jefferson Bernardes/Agencia Preview/EGR

Os vereadores felizense aprovaram na sessão da última segunda-feira, dia 7, Moção de Repúdio apresentada pelo vereador Everton Kremer, que demonstra a insatisfação pela instalação aventada pelo Governo do Estado, e divulgada através de diversos meios de comunicação regionais, sobre a possibilidade de implantação de uma praça de pedágio no Km 22,5 da RS 122, em Bom Princípio.

Conforme a Moção, a possível implantação do local de cobrança trará inúmeros transtornos à cidade de Feliz, caso os usuários optem por desviar da praça, acarretando em aumento do fluxo de trânsito no Centro da cidade, depreciação e necessidade de maior manutenção da Ponte de Ferro, bem como do trecho da Estrada Júlio de Castilhos.

Afora os itens já mencionados, a preocupação dos vereadores se dá pelo fato de que a população felizense também terá de dispender valores para circular em trechos curtos para acessar cidades próximas do Vale do Caí.

A Câmara de Vereadores de Bom Princípio, assim como CDL e o próprio prefeito Fábio Persch, já se manifestaram também contra a mudança do pedágio para o município.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here