Atingidos pela enchente poderão receber auxílio de R$ 2,5 mil do Governo do Estado

Anúncio foi feito pelo governador Eduardo Leite e pelo vice Gabriel Souza - Crédito: Foto: Rodrigo Ziebell/GVG

Foram anunciadas pelo governador Eduardo Leite, ontem, quarta-feira, dia 28, as novas medidas que estão sendo implementadas para auxiliar os municípios atingidos pelo ciclone extratropical na primeira quinzena de junho. As ações foram apresentadas durante reunião com o secretariado, realizada no Centro Administrativo Fernando Ferrari, em Porto Alegre, e incluem apoio financeiro e iniciativas para recuperação dos estragos. O Vale do Caí foi uma das regiões mais afetadas devido a enchente, já que o grande volume de chuvas ocasionou o transbordamento do rio Caí e arroios, ocasionando muitas perdas.

A primeira ação anunciada pelo governador foi o pagamento de um benefício no valor de R$ 2,5 mil para todas as famílias afetadas, creditado diretamente no Cartão Cidadão. O levantamento está sendo feito pela Secretaria de Assistência Social (SAS), por meio dos dados inseridos no Cadastro Único (CadÚnico) e junto às prefeituras. Um projeto de lei especificando o valor destinado e as fontes desses recursos deve ser encaminhado para a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul (ALRS) até o início da próxima semana.

“Nós vamos creditar um valor para ajudar a comprar o que for necessário – colchão, mobiliário, itens da linha branca. Queremos ajudar na recomposição de itens dessas famílias. Temos algumas prefeituras que já nos responderam sobre o levantamento”, afirmou Leite. “No futuro, o que eu tenho pedido é que a gente possa ter uma base de dados cadastrados com atualização constante, georreferenciada. Dessa forma, poderemos olhar no mapa os locais atingidos e, automaticamente, cruzar com nossa base. Assim, em poucos dias, já poderemos disponibilizar recursos para essas famílias”, complementou.

Leite destacou que a intenção é a criação de um programa estadual para situações emergenciais, que autorize o Estado, com base em regras e critérios pré-estabelecidos, a realizar esses repasses de forma mais agilizada. O governador assegurou que esse projeto será discutido e alinhado com os deputados para possibilitar um melhor atendimento à população.

Para a recuperação de estradas vicinais, o governador também anunciou a disponibilização de recursos em horas-máquina para os municípios mais atingidos pelo ciclone. No total, serão R$ 4,5 milhões para utilização de equipamentos, como caminhões, retroescavadeiras e motoniveladoras. “O Estado tem isso já por ata de registro de preços e vamos disponibilizar o orçamento. Nós vamos ajustar com os municípios o kit que eles precisam e o plano de trabalho. Vamos colocar as máquinas, com os operadores, à disposição dos municípios”, explicou Leite. “As prefeituras informam o que mais precisam, até o limite orçado, e o Estado disponibiliza o necessário para que sejam feitas as intervenções nas suas localidades, ao longo do mês”, completa.

Muitos municípios do Vale do Caí decretaram situação de emergência em decorrência dos prejuízos causados pelo ciclone, já tendo alguns decretos sendo reconhecidos pelos governos estadual e federal, através da Defesa Civil. Com o reconhecimento, os municípios podem ter acesso a recursos destinados pelos governos. Além disso, terá a possibilidade dos trabalhadores atingidos, que tiverem saldo na conta do FGTS, sacarem valores do fundo de garantia para a recuperação dos danos. No caso de Montenegro, o município também vai prestar um auxílio de mil reais para cerca de 600 famílias, em situação de vulnerabilidade, que foram atingidas pela enchente.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

dezoito + dezesseis =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página