Trabalhos ainda estão em ritmo lento devido a falta de insumos e afastamento de funcionários com coronavírus - Crédito: ACOM/Prefeitura

O prefeito Gustavo Zanatta recebeu no gabinete da Prefeitura, ontem, quinta-feira, dia 11, o representante da construtora Giovanella, Sérgio Marasca. Em pauta, a retomada das obras da Transcitrus, estrada que que no trecho de Montenegro liga a BR 470, entre as localidades de Campo do Meio e Santos Reis, até o município de Maratá. O gestor de Contratos e Convênios da Prefeitura, Silvio Kael, e o engenheiro Daniel Vargas também participaram do encontro.

Há cerca de dois meses, as obras em um trecho com extensão de 930 metros, na localidade de Santos Reis, foram paralisadas, após a execução de parte da drenagem e a base da pavimentação. Faltam ainda a cobertura asfáltica e a sinalização. A construtora alegou dificuldades de mão de obra, com o afastamento de cerca de 30 funcionário por causa da Covid-19. Além disso, enfrenta problemas na entrega de insumos, também em função da pandemia, que paralisou diversas fábricas por alguns meses no ano passado. Esta etapa está orçada em R$ 874.697,71. Desta soma, R$ 672.469,46 referem-se aos materiais empregados e R$ 202.228,25 à mão de obra.

O prefeito Gustavo Zanatta cobrou da empresa o retorno aos trabalhos, já que a comunidade reclama da demora e do pó acumulado. De acordo com Marasca, as obras já foram reiniciadas nesta semana, ainda em ritmo mais lento, pelos problemas expostos. Mas, nos próximos dias, a expectativa é de que o cronograma seja normalizado.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here