Acusado de fugir de barreira policial e quase atropelar PM em Bom Princípio será julgado no Caí nesta terça-feira

Julgamento será no Fórum de São Sebastião do Caí - Crédito: Arquivo

Um homem acusado pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) vai ser julgado pelo Tribunal do Júri no dia 30 de janeiro, amanhã, terça-feira, no Fórum de São Sebastião do Caí. No dia 15 de outubro de 2021, no entroncamento da RS-122 com a RS-452, em Bom Princípio, ele fugiu de barreira policial, foi perseguido por viaturas e quase atropelou um policial militar até ser preso em flagrante pelos agentes.

Em um julgamento previsto para terminar no final da noite de terça-feira, podendo se estender até a madrugada de quarta-feira, dia 31, o réu responde por tentativa de homicídio contra o PM durante exercício da função. Além do interrogatório dele, irão depor cinco testemunhas. Conforme a denúncia, ele assumiu o risco ao conduzir e direcionar um veículo Gol contra a vítima, que conseguiu escapar, além de desobedecer ordem de parada, efetuar manobras perigosas, empregar alta velocidade e trafegar na contramão. O réu havia sido acusado também por tráfico de drogas, já que portava maconha e cocaína, mas a Justiça entendeu que se tratava de um caso de posse de entorpecentes.

A acusação do MPRS será feita pela promotora de Justiça Graziela Lorenzoni. Segundo ela, “apesar de ter resultado pouco grave, já que, felizmente, os policiais militares não se feriram, a conduta do réu é de substancial gravidade social. Ao não se submeter à abordagem e escolher agir com violência contra a guarnição policial, pondo em risco real a vida dos policiais, ele atentou contra as mais elementares regras de convívio, incorrendo em crimes gravíssimos que devem ser séria e exemplarmente penalizados”.

O tribunal do júri será comandado pela juíza Priscila Anadon Carvalho e a defesa será exercida pela Defensoria Pública, através do advogado Gabriel Luiz Pinto Seifriz.

O réu, de 40 anos, segue no sistema prisional, sendo transferido de Sapucaia do Sul para o Instituto Psiquiátrico Forense (IPF) em Porto Alegre. Ainda de acordo com a investigação, o criminoso iria entregar drogas em Bom Princípio e tentou fugir ao ver uma barreira policial. Além de investir contra viaturas e um PM, ele foi perseguido por vários quilômetros pela RS-452 e só foi detido em uma estrada vicinal do município. A denúncia do MPRS foi oferecida no dia 5 de novembro de 2021.

Fonte: MPRS

0 Comentários

Deixe um Comentário

14 + dezoito =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página