Polícia informa que ossada encontrada em São Leopoldo era de advogada desaparecida

Desaparecimento de Alessandra Dellatorre ocorreu faz quase dois anos - Crédito: Reprodução

A Polícia Civil, por meio do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), realizou uma coletiva de imprensa, nesta terça-feira, para informar novos fatos sobre o caso da advogada, desaparecida em São Leopoldo, na divisa com Sapucaia do Sul, em 16 de julho de 2022. Segundo a Polícia, no último dia 7, foi encontrada uma ossada humana em São Leopoldo, a qual foi periciada pelo Instituto Geral de Perícias (IGP), tendo sido constatado que os restos mortais são de Alessandra Dellatorre.

A vítima, que possuía 26 anos na época, saiu de casa no bairro Cristo Rei, em São Leopoldo, dois anos atrás, para fazer uma caminhada, não retornando mais para sua residência, sendo que desde então permanecia o mistério sobre o seu desaparecimento. Para a Polícia, os indícios encontrados enfraquecem a possibilidade de que tenha ocorrido um crime, sendo a principal suspeita de mal súbito com falecimento no local, mas não se descarta nenhuma linha de investigação para elucidar a causa da morte. Os resultados de perícias não apontam sinal de violência, como fraturas e lesões.

0 Comentários

Deixe um Comentário

20 − 6 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página