Moradores voltam a reclamar de água marrom fornecida pela Corsan

Moradores reclamam da água de aparência suja e com cheiro e gosto ruim - Reprodução/FN

Mais uma vez muitos moradores de Montenegro estão reclamando que a água fornecida pela Corsan está vindo na coloração marrom, com aparência de suja. Além da cor, também reclamações quanto ao gosto e cheiro da água. “Está horrível, com gosto de podre”, protestou uma moradora da Timbaúva. “Não tem como tomar”, completou outra, dizendo que foi obrigada a comprar água mineral no mercado, já que a que vem na torneira não tem condições de consumo. Um dos usuários inclusive registrou foto da água em seu reservatório, totalmente escura.

Prefeito em exercício Talis Ferreira pediu explicações ao engenheiro Marcelo Faro
– Crédito: Prefeitura

Na tarde desta terça-feira, dia 8, o prefeito em exercício, Talis Ferreira, promoveu uma reunião para tratar dos problemas que a população tem tido em relação a água na cidade. Ele se reuniu com o engenheiro da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) de Montenegro, Ângelo Marcelo Faro, para cobrar uma solução para o problema.

O encontro foi motivado pelas várias reclamações que Talis tem recebido sobre a cor e o cheiro da água em Montenegro. “É preciso que a Prefeitura se posicione para que a comunidade saiba o que, de fato, está ocorrendo”, enfatiza o prefeito em exercício. O engenheiro da Corsan explicou que os processos de tratamento e as adversidades, como a seca e proliferação de algas no Rio Caí, fazem a água ficar com uma cor escura. “Claro que esse não é o padrão, mas é importante que todos saibam que a água não está contaminada, apenas fica com essa aparência horrorosa”, enfatiza, explicando que o ferro e o manganês, utilizados no tratamento, são o que dão o tom escuro para a água.

Sobre a água escura registrada no bairro Senai, nesta terça, Ângelo explica que é oriunda de uma manutenção ocorrida na tubulação que fica no local. Segundo ele, até a próxima sexta-feira, esses problemas que envolvem a cor da água serão reduzidos no município. Ele também solicita que a população acione a Corsan pelo 0800 646 6444 ou pelo aplicativo da Companhia. Talis Ferreira agradeceu a presença do representante da entidade e enfatizou que a população não pode receber essa água em suas torneiras. “Eu não recomendo que ninguém beba essa água (escura e com odor). Por isso, estamos cobrando diretamente da Corsan para que resolva o problema o quanto antes”, destacou.

Outro problema são os constantes vazamentos decorrentes dos rompimentos na rede de água. Hoje, terça-feira, faltou água no bairro Cinco de Maio e Loteamento Via II.

0 Comentários

Deixe um Comentário

cinco + 2 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página