Identificado morador de Salvador do Sul que morreu afogado no Rio Uruguai

Caiaque em que Rafael Rocha estava com o filho de 5 anos virou, sendo a criança salva por populares, mas o pai desapareceu e o corpo foi encontrado dois dias depois - Crédito: Facebook

Foi identificado como Rafael Rocha, o “Rafa”, de 30 anos, o homem que morou em Salvador do Sul e morreu afogado no Rio Uruguai sábado passado. O corpo foi encontrado no final da tarde desta segunda-feira, dia 12. Nas redes sociais, amigos já postam homenagens, lamentando o falecimento. “Descanse em paz Rafa Rocha”, escreveu Elisandra Candido de Jesus, se solidarizando com a esposa Hellen Dapper e demais familiares. “Meu filho, que papai do céu te receba de braços abertos. Você deixou um vazio imenso no meu coração. Fez tua missão. Não sei de agora em diante o que vai ser de mim, mas você deixou teus filhos que vão precisar de nós”, escreveu Ivani Moraes. Ela lembra que faz menos de um ano que se mudaram de Salvador do Sul para Herval Grande, mas ainda tem muitos amigos e conhecidos na cidade.

Corpo de Rafael Rocha foi localizado no final da tarde de hoje
– Crédito: Facebook

Segundo relatos, a vítima estava em um caiaque, com seu filho de 5 anos, quando o barco teria virado perto da ponte do Goio-Ên, na divisa entre Santa Catarina e o Rio Grande do Sul. A criança foi socorrida e salva por pessoas que se encontravam próximas, mas o pai não foi mais localizado. Desde então ocorreram buscas por parte de mergulhadores, com a dificuldade de a região ser bastante profunda, com mais de 20 metros. Mesmo assim mergulhadores de cidades como Chapecó, São Domingos e Xanxerê atuaram nas buscas. Foi colocada uma boia no local em que a criança foi resgatada, servindo como ponto de referência para os mergulhadores, mas a área é muito ampla e com vários obstáculos como terreno irregular, galhos, pedras e lama.

Bombeiros de Santa Catarina localizaram o corpo
– Foto: Marcos/Lewe/ClicRDC

O Corpo de Bombeiros, através da equipe de mergulho, encontrou o corpo próximo ao local do acidente, em Chapecó (SC), no final da tarde desta segunda-feira, por volta de 18h30, sendo encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). Conforme os bombeiros, o corpo estava em um local com aproximadamente 12 metros de profundidade.

Além do filho de 5 anos que estava com ele, Rafael deixa outro de 10 anos e a esposa está grávida.

0 Comentários

Deixe um Comentário

três × 2 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página