Defesa Civil em prontidão para o risco de uma quarta enchente em três meses

Rio está sendo monitorado desde a Serra devido ao grande volume de chuva - Crédito: Prefeitura de Montenegro

O grande volume de chuva que ocorre desde ontem e que aumentou nesta quarta-feira na região está novamente causando preocupação quanto ao risco de uma nova enchente. Seria a quarta cheia do rio Caí em menos de três meses.

Os municípios do Vale do Caí, através da Defesa Civil e bombeiros, monitoram os níveis do rio e arroios. Através das réguas da CPRM, que monitoram a bacia hidrográfica do rio Caí, se vê que na Serra a situação ainda é tranquila. Na régua situada em Nova Palmira (Caxias do Sul) o rio Caí subiu  apenas meio metro desde a noite de ontem até o final da tarde de hoje. Não chegou nem em conta de atenção, que é a partir dos 2 metros. A chuva acumulado na Serra, nas últimas 24 horas, em São Francisco de Paula, cidade em que nasce o rio, foi de 31,1 milímetros (mm) e em Caxias 34,8 mm.

A preocupação maior é com a própria chuva do Vale do Caí, já que encheram muitos os arroios que são afluentes do rio, como Maratá, Brochier, Salvador, Forromeco e Cadeia, entre outros. Isso aconteceu na primeira enchente deste ano, do ciclone, em junho.

Em São Sebastião do Caí o rio vem subindo desde o final da tarde de ontem, passando de 5m15cm para 7m71cm hoje às 18h, pela régua da CPRM. Subiu 23 centímetros na última hora. Entrou em cota de alerta a partir dos 7 metros. A cota de inundação inicia em 10 metros e meio. O coordenador da Defesa Civil caiense, Ênio dos Santos, diz que está sendo feito o monitoramento. “Ainda não temos alerta de enchente, mas as equipes e caminhões estão de prontidão em caso de necessidade. A chuva está diminuindo, mas ainda tem água para descer da Serra”, afirma. A chuva acumulada no Caí, nas últimas 24 horas, foi de 60 milímetros. A projeção da CPRM é que o rio atinja 8m91cm na madrugada de amanhã, quinta-feira, no Caí, por volta de 3h, portanto ainda abaixo da cota de inundação de 10m50cm. Dependendo do volume de chuva de amanhã, que tem previsão de mais instabilidade, poderá continuar subindo. Em caso de emergência pode ligar no 193.

Em Montenegro, arroios como o São Miguel, já transbordaram, causando alagamentos

Já em Montenegro o nível do rio, pela régua da CPRM, marcava 4m66cm hoje às 17h30, tendo subido cerca de um metro desde ontem. Subiu 10 centímetros na última hora. De acordo com o coordenador da Defesa Civil local, Clóvis Pereira, já foi instalado o gabinete de crise e o plano de contingência. “Estamos alertando o pessoal e seguimos monitorando o rio”, diz. Para a Defesa Civil montenegrina já existe a previsão de uma nova enchente. Por isso um carro de som já está passando pelas ruas dos bairros mais atingidos. Os desabrigados serão encaminhados para o ginásio Domingão do Parque Centenário e para o Recreo. A chuva acumulada em Montenegro, nas última 24 horas, foi de 66,6 mm. A projeção da CPRM é que o rio alcance 5m34cm por volta de 3h da madrugada de quinta-feira em Montenegro, ainda abaixo da cota de inundação de 6 metros. Mas dependendo do volume de chuva de amanhã poderá continuar subindo. Em caso de emergência pode ligar no 193 ou 36322333, dos bombeiros.

0 Comentários

Deixe um Comentário

nove + 9 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página