A ponte de ferro, na cidade de Feliz, foi construída em 1900 Arquivo/Prefeitura da Feliz

Em 1940, conforme relata Alceu Masson, haviam apenas duas pontes sobre o rio Caí, sendo uma delas ferroviária: a ponte metálica na sede do, então, distrito de Feliz e a ponte metálica ligando o então distrito de Capela com Montenegro, pela qual passava a linha da Viação Férrea do Rio Grande do Sul.

Além destas, a única outra ponte no município de Caí era a existente sobre o arroio Cadeia, a dois quilômetros da sede municipal. Uma ponte “com piso de cimento armado e superestrutura metálica” que ainda existe hoje, na localidade de Costa do Cadeia.

Ainda segundo Alceu Masson, existiu, antes, a ponte Doutor Maurício Cardoso, derrubada por uma enchente em 1932. Esta ponte havia sido construída recentemente, sobre o Arroio do Ouro. Situada próxima à localidade de Arroio do Ouro, atualmente pertencente ao município de Vale Real.

Segundo Alceu Masson, “a ponte foi inaugurada solenemente no dia 14 de outubro de 1931, recebendo a denominação de Ponte Doutor Maurício Cardoso, em homenagem do município ao grande riograndense dr. Joaquim Maurício Cardoso, cujos merecimentos como procer da revolução de outubro de 1931 e como patriota justificam a inequívoca prova de admiração.

Tinha a ponte 35 metros de vão livre, 60 metros de comprimento, 3 m.50 de largura e 5 metros de altura.

Em 1932, uma enchente de proporções excepcionais fez ruir a ponte, que abateu a parte central.”

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here