Idoso que morreu em acidente em elevador será enterrado amanhã

O velório de Erineu Alves de Souza, de 92 anos, iniciou no final da tarde de hoje, quinta-feira, dia 20, na Funerária Forneck Mattana, no bairro Timbaúva. O sepultamento está marcado para o início da manhã de sexta-feira, 8h, no Cemitério Municipal de Montenegro.

Erineu faleceu na noite de ontem, quarta-feira, após sofrer acidente, junto com a esposa, no elevador de uma clínica médica de Montenegro. O acidente ocorreu por volta de 10h30, no prédio situado na Rua Apolinário de Moraes, em frente a Secretaria Municipal de Habitação. O casal se dirigia a uma consulta, acompanhado de uma filha, e ao entrar no elevador aconteceu a tragédia.

Por algum motivo, que está sendo apurado pela Polícia, a porta se abriu, mesmo com o elevador não estando no andar térreo. E os dois idosos entraram. Como a capacidade máxima é para duas pessoas, a filha, que os acompanhava, ficou do lado de fora. E quando a porta se fechou, o elevador que estava no andar de cima começou a descer com um cadeirante e acompanhante. “Como estava trancada e não há botão de pânico ou algo que o valha pelo lado de fora, o elevador continuou descendo e esmagou os idosos”, informou o delegado André Roese, que comanda a investigação.

As vítimas foram resgatadas e socorridas, ambas inconscientes e com lesões graves. O idoso, conforme os bombeiros, teve uma parada cardíaca no local, sendo reanimado pela equipe médica do Samu e levado ao Hospital Montenegro (HM), que fica ao lado da clínica. Ele foi depois removido para o Hospital Unimed, para onde também foi levada a sua esposa. Durante o deslocamento, por parte da equipe médica da Unimed, ela também passou por manobra de ressuscitação.

Alsira de Jesus de Souza, de 83 anos, segue internada em estado grave. O casal é de Lages (Santa Catarina), mas reside em Montenegro já faz bastante tempo, tendo filhos, netos e demais familiares e muitos amigos. Ontem a Assembleia de Deus de Montenegro postou uma homenagem em suas redes sociais, lembrando que Erineu era membro da igreja e durante muitos anos atuou como porteiro na Congregação São Pedro, bairro em que residia.

A Brigada Militar isolou o local do acidente para a realização de perícia. A Polícia Civil investiga as circunstâncias do acidente.

Polícia investiga as circunstâncias do acidente – Crédito: Polícia Civil

0 Comentários

Deixe um Comentário

seis + 6 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página