Produtores de suínos participaram de reunião na Câmara de Vereadores - Crédito: ACOM/Câmara

A ocorrência de casos de furto de suínos (abigeato) tem voltado a preocupar os produtores rurais do interior de Montenegro. Moradores da localidade de Alfama procuraram a vereadora Camila Carolina de Oliveira (Republicanos) no sentido de buscar uma alternativa viável de ação contra o abigeato de porcos. Uma reunião foi realizada na Câmara de Vereadores na última segunda-feira, com a participação de representantes da Brigada Militar, Prefeitura e agricultores.

Entre as alternativas levantadas pelos produtores está à questão do videomonitoramento nas propriedades com o auxílio da Brigada Militar. Hoje, a cidade tem 24 câmeras na área urbana e entrada de municípios. De acordo com o Tenente Daniel Augusto de Souza, neste momento a corporação não consegue fazer o videomonitoramento nas localidades do interior. Além da falta de aparato técnico há também falta de recursos humanos para a realização da atividade na zona rural. “Mas nada impede que os moradores disponibilizem os vídeos para a Brigada Militar. Nós temos patrulhas que rondam estas regiões. É muito importante que se faça o registro de ocorrência de abigeato pra que possamos fazer a nossa parte”, destacou o tenente. Ele também salientou que por questões legais a BM não pode fazer o monitoramento de câmeras particulares.

Outra ideia levantada foi à doação, por parte dos produtores, das câmeras de videomonitoramento. Porém toda e qualquer verba doada é destinada para a Consepro que faz a destinação dos valores para a segurança pública, não podendo fazer o direcionamento para um determinado fim específico como solicitaram os produtores rurais. Um trabalho em conjunto da Brigada com pecuaristas, por exemplo, deu bom resultado na redução dos casos de furto de gado na região.

Rotas de saídas

Por ter uma extensa área rural Montenegro também tem diversas rotas de saída do município e estes acessos facilitam a fuga de quem comete crimes, como o de abigeato, no interior do município. A Brigada Militar tem uma patrulha que faz a ronda no interior. No entanto, como conta com soldados que vêm de outras regiões do Estado, até se familiarizarem com as localidades demora um pouco. Por isso o Tenente Augusto disponibilizou o telefone de contato 986879085 para que os moradores possam comunicar o crime e dar a localização em tempo real para a Central da Brigada Militar que, assim, pode orientar a viatura em atendimento à ocorrência.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here