Ainda tem localidades sem luz desde terça-feira

Municípios como Tupandi (foto), Salvador do Sul e Feliz estão entre os mais afetados pela falta de luz causada pelo temporal - Crédito: Prefeitura de Tupandi

Algumas localidades de municípios do Vale do Caí ainda sofrem com a falta de energia elétrica desde a ocorrência do temporal da noite da última terça-feira, dia 16. São cerca de 90 horas ou quase quatro dias sem luz, causando grandes prejuízos e transtornos para famílias, propriedades, empresas e estabelecimentos comerciais. O problema gera muitos protestos. A falta de luz também pode comprometer o abastecimento de água em alguns pontos. O vento forte causou a queda de fios e postes, além de danificar transformadores em vários pontos.

Em Tupandi a falta de energia elétrica atinge pontos de localidades como Santa Rita e Morro da Manteiga.

Em Feliz o problema atinge a área do Distrito Industrial do Canto do Rio, ocasionando prejuízos para empresas.

Já em Salvador do Sul ainda falta luz em pontos de Linha Stein, Linha Comprida, Canto Kafer, Linha Wasen, entre outras localidades.

Em outros municípios também são registrados locais sem falta de luz e também de água.

Contatos devem ser feitos diretamente com a RGE Sul pelo telefone 0800 970 0900, repassando o código do consumidor para fazer o registro. Quanto maior for o número de registros feitos, mais prioritário será o atendimento.

A RGE informa que segue com equipes mobilizadas no atendimento de diferentes partes do Estado para restabelecer a energia no menor prazo possível.

Quedas de árvores, galhos e problemas e transformadores ocasionaram a interrupção da energia em vários pontos
– Crédito: Prefeitura de TupandiEstado

O Rio Grande do Sul ainda tem quase 200 mil pontos sem luz em razão do temporal da última terça-feira (16), de acordo com dados divulgados pelo governo gaúcho na manhã deste sábado (20).

Desse total, 86,8 mil são clientes da CEEE Equatorial. Na área de concessão da RGE, há 112 mil pontos sem energia elétrica. A Região Metropolitana de Porto Alegre é a mais atingida pela falta de luz. O serviço deve ser normalizado neste domingo (21).

Segundo as empresas, ao todo, 1,3 milhão de clientes ficaram sem energia elétrica após os temporais. A falta de luz também provoca o desabastecimento de água.

A demora no retorno desses serviços deixou a população revoltada. Diversos protestos têm sido realizados em Porto Alegre e na Região Metropolitana.

0 Comentários

Deixe um Comentário

dois + dezenove =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página