Prefeitos estiveram reunidos ontem na UCS do Caí - Crédito: Alzir Bach/Reprodução

Em reunião realizada ontem, terça-feira, no campus da UCS de São Sebastião do Caí, os prefeitos das vinte cidades integrantes da Associação dos Municípios do Vale do Rio Caí (Amvarc) decidiram pelo fim da obrigatoriedade no uso de máscaras, tanto em ambientes abertos como fechados. Os decretos dos municípios devem ser emitidos nesta quarta-feira, seguindo o mesmo caminho de outras cidades do Estado.

No Vale do Caí municípios como Feliz, Vale Real e Salvador do Sul já tinham liberado ontem. Só segue sendo obrigatório o uso de máscara em unidades de saúde, como hospitais, postos, farmácias e consultórios, entre outros. A medida está sendo adotada em razão da queda no índice de casos, internações e óbitos por coronavírus, decorrente do avanço na vacinação. O Governo do Estado também deve emitir nesta quarta-feira um decreto em que máscaras deixarão de ser obrigatórias ao ar livre. Mas no caso do Vale do Caí, também estarão liberadas em espaços fechados. Segue sendo recomendado o uso de máscara por pessoas de grupos de risco, além dos não vacinados e com comorbidades.

Nova diretoria da Amvarc: Júlio Campani (1º vice), Juliane Bender (2ª secretária), Gustavo Zanatta (presidente), Gisele Schneider (1ª secretária) e Marco Esckert (2º vice)
– Crédito: ACOM/Prefeitura de Montenegro

Zanatta vai presidir a Amvarc

Ainda em reunião ontem, prefeitos trataram sobre um melhor atendimento da RGE nos casos de falta de luz, avaliação sobre aplicação do piso do magistério e o termo aditivo da Corsan, entre outros assuntos. E foi eleita a nova diretoria da Amvarc para o biênio 2022/2023, que terá como presidente Gustavo Zanatta (Montenegro), como 1º vice Júlio Campani (São Sebastião do Caí), 2º vice Marco Aurélio Eckert (Salvador do Sul), 1ª secretária Gisele Schneider (Maratá), 2ª secretária Juliane Bender (São José do Sul) e como tesoureiro Junior Freiberger (Feliz).

É a primeira vez, desde a criação da Amvarc em 1994, que Montenegro, maior município da região, tem um presidente da entidade. “É um grande desafio e responsabilidade. Vamos mostrar as potencialidades da região e lutar pelas demandas do Vale do Caí”, afirmou Zanatta.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here