Nova tecnologia apresentada na UCS pode ser utilizada em indústrias do Vale do Caí - Crédito: Prefeitura do Caí

Na última quinta-feira, 29 de abril, os prefeitos de São Sebastião do Caí, Júlio Campani, de Montenegro, Gustavo Zanatta, e de Portão, Kiko Hoff, juntamente com o diretor do campus da UCS no Caí, Alzir Bach, foram recebidos pelo Reitor da Universidade de Caxias do Sul, Evaldo Kuiava, e pelo proessor Diego Piazza, responsável pela UCSGRAPHENE, a maior planta produtiva de grafeno da América Latina.

Prefeitos estiveram na UCSGRAPHENE em Caxias do Sul
– Crédito: Prefeitura do Caí

Na oportunidade foram apresentadas as vantagens da utilização do grafeno na indústria e foi sinalizada a vinda dos técnicos da UCS para visitarem as empresas do Vale do Caí, que tiverem interesse nessa nova tecnologia.

Na mesma ocasião também foi selado o compromisso de instalação da Escola Sinodal Progresso, de Montenegro, para ministrar cursos no campus da UCS no Caí a partir de janeiro do próximo ano.

 

Sobre o UCSGRAPHENE

No Parque Tecnológico da UCS, em Caxias do Sul, os prefeitos estiveram no TECNOUCS e conheceram a UCSGRAPHENE.

O UCSGRAPHENE é a primeira e maior planta de produção de grafeno em escala industrial da América Latina instalada por uma universidade. Em operação desde março de 2020, reúne a expertise da Universidade de Caxias do Sul conquistada em 15 anos de pesquisa avançada em nanomateriais, gerando grafeno de alta qualidade para a prestação de serviços tecnológicos inovadores a setores portadores de futuro.

O grafeno é uma das formas alotrópicas do carbono, assim como o diamante, o carvão e o grafite, do qual é oriundo, caracterizando-se pela organização hexagonal dos átomos. Caracteriza-se por ser um material de elevada transparência, leve, maleável, resistente ao impacto e à flexão, excelente condutor térmico e elétrico, entre outras propriedades. É considerado o material mais leve e forte do mundo, sendo duzentas vezes mais resistente do que o aço, superando até mesmo o diamante. Uma folha de grafeno de 1 metro quadrado pesa apenas 0,0077 gramas, mas é capaz de suportar até 4 quilos. Também é o material mais fino que existe, sendo da espessura de um átomo, ou 1 milhão de vezes menor que um fio de cabelo.

Por ser uma tecnologia disruptiva, o grafeno tende a competir com tecnologias existentes e substituir materiais com décadas de uso. Suas aplicações permitem desenvolver produtos, com alta resistência mecânica, capacidade de transmissão de dados e economia de energia.

Como material de alta engenharia, o grafeno é um dos principais recursos da atualidade em nanotecnologia, sendo utilizado na produção de telas e displays LCD, touchscreens, componentes eletrônicos com altíssima capacidade de armazenamento e processamento de dados, baterias de recarga instantânea, entre outros.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here