Cartório Eleitoral do Caí volta a atender após recuperação de danos da enchente

O cartório eleitoral funciona das 12h às 19h, de segunda a sexta-feira, na Rua Coronel Paulino Teixeira - Reprodução

O Cartório Eleitoral da 11ª Zona Eleitoral, com sede em São Sebastião do Caí e que atende também os municípios de Bom Princípio, Harmonia, Tupandi, São José do Hortêncio, Portão e Capela de Santana, retomou o atendimento externo. Após os danos causados pela enchente do mês passado, foi efetuada a limpeza e organização no imóvel. O atendimento foi retomado nesta segunda-feira, 4 de dezembro, ficando aberto de segunda a sexta-feira das 12h às 19h. A juíza eleitoral Carolina Ertel Weirich lembra que também permanece o atendimento remoto pelo telefone 148 e pelo aplicativo WhatsApp (51) 2312-2015, além do site jedigital.tre-rs.juz.br.

Atendimento tinha sido suspenso no mês passado devido aos prejuízos causados pela inundação
– Crédito: Cartório Eleitoral

Em razão da inundação histórica que atingiu o Caí e a região, o atendimento presencial estava suspenso desde 23 de novembro no cartório eleitoral situado na Rua Coronel Paulino Teixeira, no centro do Caí. Dentre os estragos, ocorreram danos aos equipamentos de atendimento e coleta biométrica. Agora o serviço foi retomado, incluindo a coleta biométrica para os títulos eleitorais.  O recadastramento é obrigatório, tanto em caso de revisão como em transferência de título. O prazo para a revisão é 8 de maio de 2024, mas é importante não deixar para a última hora, quando costumam ocorrer filas. A orientação é para que os eleitores aproveitem este período de pouco movimento e quem ainda não fez a biometria compareça ao cartório eleitoral. É possível agendar dia e horário para o atendimento presencial no cartório eleitoral, por meio da plataforma jedigital ou pelo telefone.

A expectativa é de que a grande maioria dos eleitores possam votar através do reconhecimento por biometria na próxima eleição, em 6 de outubro, quando serão escolhidos prefeito, vice e vereadores. E que até as eleições de 2026 a totalidade dos eleitores tenha o cadastro das impressões digitais. Por isso é importante os eleitores estarem com a situação regularizada. É a oportunidade, por exemplo, para quem ficou três eleições (três turnos) ou mais, consecutivos, sem votar e, por isso, teve o título cancelado. Neste caso, pode regularizar pagando uma multa de R$ 3,51, que pode ter o seu pagamento através de PIX ou em agência bancária. A regularização também pode ocorrer de forma on-line, no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e pelo aplicativo e-título. Também pode aproveitar para atualizar dados, como mudança de local de votação. E ainda fazer a primeira via do título eleitoral. O prazo também vai até 8 de maio de 2024. O aplicativo e-título, que é baixado gratuitamente no celular, pode ser usado para votar, emitir certidões de quitação eleitoral e crimes eleitorais, justificativa de ausência, além de trazer informações sobre zona eleitoral e situação cadastral.

0 Comentários

Deixe um Comentário

um + 7 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página