Bombeiros realizam no Caí curso de combate a incêndios

Participam do curso bombeiros voluntários de diversas partes do Estado - Foto: Arquivo/Bombeiros

Neste sábado, 1º de julho, acontece no Campus da UCS em São Sebastião do Caí mais um curso de Combate a Incêndios Estruturais e Controle de Incêndios em Ambientes Fechados, com a participação de 22 bombeiros voluntários de diversas partes do Estado.

O treinamento é promovido pela Associação dos Bombeiros Voluntários do Rio Grande do Sul (Voluntersul) e terá prática em simuladores de situações de incêndios em locais fechados – em container (confira abaixo a programação).  Basicamente, o curso de combate a incêndios estruturais prepara os bombeiros voluntários para o combate às chamas dentro de prédios – que é a realidade de boa parte das ocorrências atendidas pelas unidades voluntárias. Além disso, a técnica é utilizada também para o resgate de pessoas presas dentro dos incêndios.

Lembrando que, em 2022, as mais de 50 corporações voluntárias gaúchas atenderam cerca de 37 mil chamados de emergência. O que abrangeu desde acidentes de trânsito até operações de busca e salvamento e incêndios de diversos tipos, entre outros chamados. A maior parte das ocorrências envolveu equipes de ambulâncias – o que é normal, tendo em vista que os socorristas não só são peças fundamentais em acidentes de trânsito ou de trabalho, operações de resgate e muitas vezes atuam também nas situações de incêndios com vítimas feridas ou intoxicadas.

No caso de incêndios, os bombeiros voluntários gaúchos atenderam a 2.590 chamados em 2022. A conta abrange justamente os casos de chamas em estruturas (residências, prédios comerciais e indústrias), que são o tema do curso deste sábado. Nesse quesito, chama a atenção o fato de que já são quatro corporações voluntárias gaúchas que contam com viaturas auto escada ou plataforma elevatória. No caso Marau, Nova Petrópolis, Rolante e São Sebastião do Caí. E a quinta plataforma elevatória está sendo adquirida pelo Corpo de Bombeiros Voluntários de Tapejara, no norte do Estado.

Curso ocorre na UCS neste sábado – Crédito: Arquivo/Bombeiros

 

PROGRAMAÇÃO DO CURSO

07h30min – Recepção aos alunos – conferência do material solicitado para os alunos. 08h00min – Abertura oficial da formação

08h30min

  • Os princípios da combustão em ambientes fechados;
  • Os modos de propagação e a percepção do calor;
  • Pirólise e desenrolar do início dofogo;
  • Agentes passivos no fogo;
  • Chama pré-misturada e chama difusa;
  • A produção de fumaça de um fogo em ambientes fechados;
  • Os cinco riscos da fumaça (COMIT);
  • Fogo controlado pelo combustível e fogo controlado pelo comburente;
  • Evolução de um fogo em um ambiente fechado;
  • FRP – Fogo de Rápida Progressão;
  • FLASHOVER induzido pela ventilação;
  • A evolução de um fogo dentro de um ambiente mal ventilado – OBACKDRAFT;
  • Força e atraso de desencadeamento do BACKDRAFT;
  • Caso particular – BACKDRAFT com saída de fumaça;
  • Ignição dos gases do incêndio (FGI);
  • FLASHFIRE;
  • Ignição da fumaça (smoke explosion);
  • Agentes Extintores;
  • Triangulo da água;

10h30min – Mini-simulador de FRP.

12h00min – Almoço.

13h00min – Recomendações de segurança. 13h15min

  • Princípios de extinção;
  • Limites inconvenientes da água;
  • Vazão e controle com esguichos;
  • Funcionamento dos esguichos;
  • Posição, progressão e criação de zonas de proteção;
  • Posição de proteção; ● Ataque combinado ZOT;
  • Ataque alternado, jato atomizado e jato compacto;
  • Ataque indireto e direto;
  • Passagem de porta;

15h00min – Preparo para aula prática no container.

  • Entrada no container;
  • Término da prática no container;

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

um + treze =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página