Acidentes com morte na região aumentaram 600% neste ano

Número subiu de 2 para 12 acidentes fatais nos primeiros quatro meses deste ano em comparação com 2022 - Crédito: Fato Novo

Depois do período mais crítico da pandemia, com o fim das restrições e o aumento considerável do movimento de veículos, o número de acidentes cresceu consideravelmente.

As colisões vêm ocorrendo tanto em rodovias como nas ruas do perímetro urbano. E tem causado mortes, além de pessoas feridas e danos materiais.

No último final de semana, dois jovens, de 19 e 20 anos, que conduziam motos, morreram em acidentes em Montenegro (beira do rio) e divisa com Pareci Novo (ERS 124). E na segunda-feira uma motorista faleceu na colisão de seu carro com um caminhão em Capela de Santana (ERS 240). Desde o mês passado, em três acidentes fatais, motoristas envolvidos fugiram sem prestar socorro.

A reportagem buscou contato com comandantes da Brigada Militar (BM) e da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), além de delegado de Polícia, para descobrir o que estaria causando a elevação do número de acidentes, se houve também aumento nas infrações de trânsito e como está a fiscalização. Além disso, como estão as investigações para identificar e indiciar os motoristas envolvidos nos casos de fuga e omissão de socorro, e quais penalidades devem responder.

Atual comandante do Comando Rodoviário Estadual e que também esteve no comando da Brigada Militar em Montenegro e no Vale do Caí, o tenente-coronel Rogério Pereira Martins diz que está sendo intensificada a fiscalização nas rodovias da região, visando coibir infrações. Cita que estão sendo realizadas operações de controle de velocidade, ultrapassagens indevidas e embriaguez ao volante, especialmente em finais de semana e quando ocorrem eventos, através de reforço no efetivo de serviço. Cita que houve aumento nos acidentes fatais na ERS 124, com três óbitos neste ano.

Já o comandante regional da Brigada Militar no Vale do Caí, tenente-coronel Paulo Rogério dos Santos Alberti, destaca que a imprudência, negligência e a imperícia são os fatores que mais contribuem para os acidentes. “Sempre podemos aumentar a fiscalização. É uma questão de prioridade”, considera. Lembra, por exemplo, o aproveitamento de alunos-soldados, em estágio, no trabalho de fiscalização.

No primeiro quadrimestre deste ano, que ainda não chegou ao seu final, em comparação com o mesmo período de 2022, o tenente-coronel Alberti diz que houve um acréscimo considerável nos acidentes fatais na região, conforme levantamento em 19 municípios. Alberti nforma que no primeiro quadrimestre de 2022, na área do CRPO Vale do Caí, ocorreram duas mortes em acidentes, e neste ano foram 12. “É um aumento grande, de 600%, o que realmente causa preocupação”, alerta, sobre os números dos quatro primeiros meses deste ano. Além disso, chama a atenção que dos 12 acidentes fatais de 2023, em 8 tiveram motos envolvidas.

Quanto às ocorrências apenas com danos materiais, que não tiveram pessoas feridas, o número diminuiu na região de 76 em abril de 2022 para 49 neste ano, o que significa uma redução de 35%. Diminuiu também o número de acidentes com lesões, de 29 para 17 no mesmo período, caindo em 93%.

Com relação às multas aplicadas na região, foram 1.114 autuações de trânsito nos primeiros meses do ano passado e 979 neste ano. Destas, 17 por embriaguez ao volante e 48 recusaram em fazer o teste em 2022, enquanto no primeiro quadrimestre deste ano foram 16 e 39 recusas.

O delegado regional de Polícia, Marcelo Farias Pereira, reforça que a questão dos acidentes tem preocupado bastante. “Os inquéritos estão sendo priorizados”, diz, sobre as investigações. Salienta que os motoristas, que fugiram dos locais dos acidentes, deverão ser devidamente responsabilizados. E com relação as causas da maioria dos acidentes, cita principalmente o excesso de velocidade, uso de celular na direção e desatenção.

Motorista do Gol que atingiu moto com casal na ERS 124 em Pareci Novo, ocasionando a morte do motociclista e ferimentos na caroneira, se apresentou ontem à Polícia Crédito: PRE

0 Comentários

Deixe um Comentário

2 × 5 =

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página