Bruno Barth tinha 64 anos e será sepultado na tarde desta sexta-feira na Feliz - Reprodução/FN

A despedida do policial civil aposentado Bruno Barth, de 64 anos, acontece na tarde desta sexta-feira, dia 6. O velório ocorre na Capela da Funerária Kiefer, da Feliz. Às 17h será celebrada missa de corpo presente na Igreja Católica da Feliz, seguida de sepultamento no Cemitério da mesma comunidade.

Bastante conhecido e estimado na região, Bruno Barth trabalhou por muitos anos como policial civil na Feliz e no Vale Real. Seguia morando na Feliz, onde era bastante atuante na comunidade, inclusive na igreja, como ministro da eucaristia.

Em 2015, no início do ano, foi feita uma campanha em benefício de Bruno Barth. Junto com um grupo de felizenses e moradores da região, na época ele estava participando de uma excursão por cidades da Argentina, Bolívia, Peru e Chile. Na época, quando se encontrava na cidade histórica de Machu Pichu, passou mal, com fortes dores no estômago e falta de ar, sendo internado as pressas numa clínica em Cusco, na região dos Incas. O exame de laparoscopia apontou úlcera e enfisema pulmonar. Foi feita uma campanha de doações para que através de transporte aeromédico, Bruno pudesse voltar com segurança ao Rio Grande do Sul. A filha Ana Paula viajou para o Peru para providenciar o retorno do pai. E graças às doações isso foi possível, sendo depois internado no Hospital Ernesto Dornelles, em Porto Alegre, para a sua recuperação, com o acompanhamento da esposa Teresinha e demais familiares.

Sete anos depois, Bruno Barth agora veio a falecer, em decorrência de problemas pulmonares. Em seu facebook são muitas as homenagens e sentimentos de pesar.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here