Manifestação ocorre na próxima sexta-feiram em Nova Petrópolis em razão de rumores de dívida e pedido de assembleia presencial - Reprodução/FN

A situação da cooperativa Piá, que tem sede em Nova Petrópolis e unidades em vários municípios da região, incluindo industrialização de leite e derivados, supermercados e agropecuárias, tem causado grande preocupação.

No Vale do Caí a cooperativa tem um grande supermercado na Feliz, além de muitos consumidores. Com mais de 20 mil associados e mais de mil empregos diretos gerados, , além de cerca de 5 mil indiretos, a cooperativa coleta leite em cerca de 85 municípios.

Nas últimas semanas, notícias a respeito de dificuldades financeiras que estariam sendo enfrentadas pela cooperativa, incluindo grande dívida, têm gerado grande preocupação. Recentemente, em reunião na Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag), diretores da cooperativa apresentaram números que mostraram que os resultados financeiros não foram satisfatórios, mas esclareceram que readequações necessárias estão sendo realizadas. Conforme a direção não há crise e a cooperativa está passando por um processo de reestruturação.

Um grupo de associados pede mais transparência, cobrando que a direção da cooperativa apresente números. Eles alegam que atrasos no pagamento de fornecedores têm gerado muitas ações, além da redução na produção, para cerca de 25% da capacidade de industrialização. Um abaixo-assinado foi lançado solicitando a realização de assembléia presencial no próximo dia 31 de março, mas a reunião está marcada de forma virtual. E uma manifestação foi marcada para a manhã da próxima sexta-feira, dia 25, às 11h, em frente à usina da Piá, em Nova Petrópolis. A direção promete apresentar os números na assembléia digital e contesta déficit de R$ 28 milhões em 2021 divulgado em reportagem. Os associados temem ter que pagar a dívida e estão preocupados com a saúde financeira da cooperativa.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here