Prefeito Gustavo Zanatta assinou o Projeto de Lei para autorização da compra de vacinas - Crédito: ACOM/Prefeitura

O crescente registro de casos de Covid-19 em Montenegro está levando a Administração Municipal à adoção de novas práticas para frear a pandemia. Nesta tarde, o prefeito Gustavo Zanatta, ao lado do presidente da Câmara de Vereadores, Juarez Vieira da Silva, e do secretário de Gestão e Panejamento, Fabrício Coitinho, anunciou mais três iniciativas. Uma delas, inclusive, tem a parceria direta do Legislativo.

A partir de agora, a Secretaria Municipal da Saúde coloca à disposição da comunidade, na Tenda Covid, um médico pronto para prescrever o chamado “tratamento precoce”. Os pacientes que apresentam sintomas da doença e estão dispostos a fazer o uso receberão os remédios. O prefeito ressalta, porém, que a pessoa deverá assinar um termo, deixando registrado seu desejo.

Vereadores aprovaram destinação de R$ 200 mil do orçamento da Câmara para a compra de 6 mil testes rápidos
– Crédito: ACOM/Câmara

Esta ação será complementada pela compra de 6.000 “testes rápidos” de diagnóstico, o Swab Nasofaríngeo. A proposta é que todos aqueles que apresentam os sintomas sejam testados. Como o resultado sai em 15 minutos, podem aguardar nas unidades médicas e imediatamente receber o tratamento. Hoje, muitas vezes, a pessoa procura o serviço, recebe um antitérmico e é orientada a retornar caso os sintomas não recuem. Quando finalmente voltam, a doença já assumiu maior gravidade, exigindo internação hospitalar.

A aquisição será feita nos próximos dias, graças ao apoio da Câmara de Vereadores, que liberou R$ 200 mil do seu próprio orçamento, referente ao duodécimo. Em uma reunião extraordinária, realizada na Câmara com os vereadores Ari Arnaldo Müller, Camila de Oliveira, Felipe Kinn da Silva, Gustavo Oliveira, Sérgio de Souza, Talis Ferreira, Paulo Azeredo e Valdeci de Castro, ficou acordado entre eles esta ajuda ao município. O presidente Juarez ressaltou a parceria com o Executivo. “O momento é de unir forças, de trabalharmos juntos pela comunidade. Estamos muito felizes em contribuir”, comentou.

A terceira iniciativa divulgada nesta tarde é o encaminhamento de um projeto de lei à Câmara pedindo autorização para a compra de vacinas. As prefeituras e os governos estaduais estão se organizando para fazer a aquisição caso o governo federal não consiga suprir as necessidades da população. Esse processo, inclusive em nível nacional, não está definido ainda, mas é provável que ocorra por meio de associações de municípios ou de consórcios. “Vamos nos antecipar e deixar tudo pronto para, quando for possível fazer a aquisição, estarmos preparados”, afirma o prefeito.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Tratamento precoce? Desculpe, mas se for o pacote disponibilizado pelo governo federal, que inclui ivermectina e cloroquina, não serve para nada. Melhor seria, sinceramente, disponibilizar bergamotas e biju. O efeito é o mesmo, e é muito mais gostoso.

  2. Parabéns pela iniciativa. Essa narrativa que tratamento precoce não adianta deve ser ignorada. Toda doença deve ser tratada precocemente. E se a única arma que temos é o Kit e que tem raríssimos efeitos colaterais como muitos médicos tem falado porque não usar.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here