A Prefeitura de Montenegro, através da Secretaria Municipal de Saúde, será parceira da pesquisa de soro prevalência do novo coronavírus, coordenada pelo Ministério da Saúde, Organização Pan-americana de Saúde (OPAS) e Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE). O objetivo do estudo, chamado de Prevcov, um dos maiores do mundo, é saber a situação da população em relação à Covid-19, por meio de testagem e entrevistas.
A pesquisa terá início na próxima semana e, no Rio Grande do Sul, foram selecionadas apenas 29 cidades – de um total de 274 – para participar. Em Montenegro, o trabalho envolverá 20 residências. Estes domicílios foram escolhidos previamente, a partir do banco de dados do IBGE, com base na pesquisa por amostra de domicílios realizada em 2020. Estas pessoas serão visitadas em suas casas por equipes de saúde, para fazer entrevistas e coleta para os exames de sangue. Todos os profissionais estarão identificados e uniformizados. Em caso de dúvidas, basta ligar para o 136, o Disque-Saúde.
De acordo com a enfermeira Patrícia Barros, da Vigilância Epidemiológica, é importante que a população selecionada contribua para o estudo. “Esta é uma pesquisa que está sendo validada pelo Ministério da Saúde, Secretaria Estadual de Saúde e pelos Municípios. A confidencialidade dos participantes é garantida por meio de um termo de participação”, explica.
O exame sorológico, realizado por meio da coleta de sangue, irá fazer a detecção de anticorpos IGG, para saber se a população possui defesas contra a Covid-19. Com a Prevcov, estima-se que será possível entender o cenário da doença no Brasil e, a partir daí, saber como o anticorpo se comporta na população e planejar ações futuras contra o vírus.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here