Doença é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti e por isso a população deve ajudar na prevenção, evitando de deixar água parada - Reprodução/FN

A Secretaria Municipal de Saúde faz novo alerta à população montenegrina sobre a importância em redobrar os cuidados com o mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika. Nesta segunda-feira (17), foi confirmada a existência de um caso importado de Dengue na cidade. Trata-se de uma pessoa que esteve fora do município e apresentou sintomas da doença.

Somente em 2021 já foram detectados quase 40 focos de Aedes aegypti em Montenegro. A Vigilância em Saúde coordena ações de conscientização com o objetivo de evitar a proliferação do mosquito, mas o sucesso depende do apoio da comunidade. A orientação é para que a população faça vistorias em suas casas, apartamentos e pátios, com o objetivo de eliminar possíveis focos do Aedes aegypti.

De acordo com a Vigilância em Saúde, alguns municípios vizinhos também registraram casos de Dengue e, por este motivo, é recomendado aos moradores de Montenegro o uso de inseticidas aerossóis, encontrados facilmente nos supermercados, e de repelentes para proteção contra os insetos.

Onde o mosquito foi encontrado
Veja os bairros e o número de focos em cada um:
Centenário: 3
Centro: 7
Faxinal: 1
Germano Henke: 1
Industrial: 1
Municipal: 5
Panorama: 1
Porto dos Pereiras: 1
Rui Barbosa: 3
Santa Rita: 3
Santo Antônio : 2
São João: 4
São Paulo: 4
Senai: 2
Timbaúva: 2

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here