Parque Centenário precisa de uma melhor estrutura - Crédito: Arquivo/FN

O prefeito Gustavo Zanatta esteve ontem, terça-feira, dia 12, na sede do Badesul, em Porto Alegre, reunido com o diretor de operações e inovação da instituição, Flávio Lammel. O Badesul é uma agência de fomento vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Estado e oferece consultorias e um conjunto de soluções financeiras para os setores público e privado. Acompanharam Zanatta no encontro o secretário da Fazenda, Antônio Filla, o gestor de Contratos e Convênios, Silvio Kael, e o diretor de Captação de Recursos, Rafael da Cruz.

Reunião no Badesul buscou informações sobre financiamentos
– Crédito: ACOM/Prefeitura

Na pauta da reunião estavam dois assuntos principais: a revitalização do Parque Centenário e a construção de um novo centro administrativo para a Prefeitura. Zanatta explicou ao diretor a importância do parque como um espaço público de lazer, esportes e eventos, lembrando que, em 2023, o município completa 150 anos de emancipação. A área deverá ser o palco principal de diversos eventos. Atualmente o Centenário está com seus dois ginásios fechados (Azulão e Domingão), assim como o espaço do antigo restaurante, que até pouco tempo sediava a Biblioteca Pública. O parque carece de melhorias em praticamente toda a sua estrutura.

Atual prédio da Prefeitura é antigo e falta espaço, além do município gastar R$ 700 mil com aluguéis
Arquivo/FN

Sobre o centro administrativo, o secretário da Fazenda relatou que hoje o município gasta cerca de R$ 700 mil por ano com aluguéis de prédios para a estrutura da Prefeitura, e garantiu a capacidade de endividamento devido à boa saúde financeira das contas públicas. Zanatta explanou as dificuldades estruturais do Palácio Rio Branco, que é um prédio bastante antigo e sem acessibilidade, e a necessidade de centralizar os serviços da Administração, gerando maior eficiência e economia. Inclusive anos atrás chegou a ser realizada uma consulta popular em que a comunidade preferiu que a nova Prefeitura fosse construída no bairro Timbaúva, onde o município dispõe de uma área na margem da Avenida Júlio Renner (Via Dois), próximo ao Fórum. Só que o projeto, que inclui todos os setores da Administração Municipal e ao lado poderia ter também a Câmara de Vereadores, nunca saiu do papel.

Flávio Lammel afirmou que o Badesul está à disposição para financiamentos destes projetos. Uma carta de intenções deve ser o primeiro passo apresentado pelo município para a viabilização das duas obras. A Administração deverá providenciar orçamentos e projetos, o que deve estender as negociações por alguns meses. A visita foi o primeiro passo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here