Pelo menos 40 casas ficaram destelhadas - Reprodução/FN

O prefeito Kadu Müller deve decretar hoje, quinta-feira, dia 27, situação de emergência em Montenegro. Nesta manhã, a partir das 9h, a Defesa Civil do Estado deve fazer uma vistoria no município devido aos estragos causados pelo vendaval que ocorreu no último final de semana.

Nas madrugadas de domingo e de segunda-feira ocorreram ventos fortes. Conforme registros da Defesa Civil de Montenegro, pelo menos 40 casas foram atingidas, com base na distribuição de lona para casas destelhadas. Mas o número deve ser o dobro, já que muitos moradores não informaram os prejuízos e já efetuaram consertos.

Os prejuízos ocorreram tanto na cidade como no interior. Algumas casas ficaram totalmente destelhadas. O caso mais grave ocorreu na localidade de Faxinal, onde uma árvore caiu sobre uma casa, que ficou destruída, e duas moradoras ficaram feridas levemente. Ainda teve o problema numa ponte sobre o arroio Montenegro, no ponto onde deságua no rio Caí, junto ao cais do porto. A ponte, que serve de acesso ao Balneário Municipal, terá que ser destruída e outra deverá ser construída, mas o município não dispõe de recursos para a obra e dependerá de verbas federais. Próximo dali, parte do talude do rio desmoronou no final de agosto, levando um trecho do calçadão. E a erosão no local continua. Com o decreto poderão ser obtidas telhas, além de recursos e realizar compras emergenciais para atender necessitados.

Ainda existe a preocupação com a possibilidade de mais uma enchente, já que o rio subiu bastante em razão das constantes chuvas.

Deixe seu comentário