Novos PMs que estudam na Escola da Brigada de Montenegro estão fazendo estágio nas ruas de cidades como o Caí - Crédito: BM

Com o início do estágio operacional de alunos da Escola de Especialização e Formação de Soldados (EsFES) de Montenegro, a Brigada Militar está mais uma vez recebendo um reforço no policiamento ostensivo das ruas da região. Os alunos já estão atuando na fiscalização e em operações neste final de semana na área do Vale do Caí.

Os alunos soldados passam a colocar em prática o que aprenderam nas aulas teóricas. Segundo o comandante do Comando Regional de Policiamento Ostensivo (CRPO Vale do Caí), tenente-coronel Rogério Pereira Martins, são cerca de 200 alunos soldados que vão participar do estágio operacional supervisionado, na forma de revezamento, até a formatura, prevista para novembro. “É uma parte importante da formação policial, onde poderão desenvolver as várias modalidades de polícia ostensiva, colocando em prática os conhecimentos adquiridos, sempre acompanhados de instrutores e policiais militares que já desempenham a função. É importante para a formação e para a comunidade, pois são mais policiais nas ruas”, ressalta o comandante regional da Brigada.

Desde sexta-feira os alunos soldados da Escola da Brigada de Montenegro reforçam a segurança na região
– Crédito: BM

Ontem, sexta-feira, os alunos soldados já estavam nas ruas e participando de operações nas áreas do 5º BPM, com sede Montenegro, e do 27º BPM, situado em São Sebastião do Caí. As ações foram definidas em reunião com os comandantes do CRPO, dos dois batalhões e direção da EsFES. “Eles iniciam de forma gradual, em atividades de policiamento a pé, patrulha motorizada, salão de operações, videomonitoramento e barreiras policiais. Sempre acompanhados e sob coordenação de instrutores”, explica o tenente-coronel Pereira Martins.

Alunos soldados participam de estágio operacional supervisionado por instrutores
– Crédito: BM

O comandante do 27º BPM, major Oscar Bessi Filho, postou ontem fotos dos alunos soldados já atuando nas ruas do Caí, sendo vistos nas esquinas e em pontos estratégicos, o que aumenta a sensação de segurança da comunidade. “É ótimo receber esse estágio dos alunos. Não só pelo reforço no policiamento, que será percebido com mais frequência nos municípios, mas pela oportunidade de veteranos e jovens policiais trocarem conhecimento e experiências. A comunidade tem recebido com extrema satisfação e apoio este reforço. A atuação deles obedecerá a um planejamento estratégico de níveis progressivos de aplicação, indo gradualmente do policiamento a pé e comunitário à participação em barreiras de fiscalização e ações mais complexas”, frisa o major Bessi.

A expectativa é de que após a formatura dos atuais estagiários, mais turmas de alunos soldados sejam chamadas para estudarem e se formarem na região. E que conhecendo o Vale do Caí, que é considerado um dos locais mais tranqüilos e melhores para se trabalhar, muitos novos PMs sigam carreira na região. O Governo do Estado, inclusive, já estuda chamar outros aprovados no último concurso da Brigada Militar.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here