Foi aprovado por unanimidade o nome do ex-vereador Osmar Hermes (foto) para uma rua no bairro Santa Rita - Reprodução/FN

Durante a sessão da Câmara de Montenegro da noite de ontem, quinta-feira, dia 21, os vereadores de Montenegro decidiram rejeitar por unanimidade o projeto que concedia aumentar os seus próprios salários em 3,43%. A votação que define salários é exigida por lei, mesmo no caso dos vereadores serem contra o aumento. Caso fosse aprovado o salário dos vereadores passaria para R$ 6.605.

Para outras categorias, foi aprovada a reposição salarial dos funcionários municipais. Todos os vereadores aprovaram o reajuste de 4,17% para os servidores da Prefeitura e da Câmara. Para o prefeito e secretários municipais foi aprovado, por 5 votos a 4, um reajuste de 3,43%. O salário do prefeito passará para R$ 16.075 e dos secretários municipais para R$ 7.016.

CPIs

Os vereadores justificaram o veto ao aumento dos seus salários devido a crise econômica enfrentada pelo município. Alguns vereadores lembraram do plano de carreira dos servidores, que está com uma CPI aprovada na Câmara, mas que não teve os trabalhos ainda realizados para apurar o motivo de estar comprometendo a folha de pagamento acima do previsto.

Na manhã de hoje, sexta-feira, às 10h, será entregue o relatório da CPI do PSH. A comissão parlamentar de inquérito apurou denúncias de irregularidades no loteamento Bela Vista, do bairro Estação. O relatório sugere punições aos responsáveis, incluindo ex-prefeito, ex-secretária e ex-diretor de habitação.

Osmar Hermes

Foi aprovado por unanimidade, na sessão da noite de ontem, o projeto proposto pelo vereador Joel Kerber (PP), denominando de Vereador Osmar Hermes a Rua 01 do Loteamento Sítio Vitória, no bairro Santa Rita.

Além de vereador e presidente da Câmara, Osmar Hermes teve grande participação como empresário, incentivador do esporte e em entidades do município. Foi gerente da fábrica da Pepsi-Cola, na época uma das maiores indústrias da região. Também foi vereador eleito em 1988 e presidente da Câmara em 1992, além de secretário de obras e de Viação e Serviços Urbanos nos governos dos ex-prefeitos Ivan Zimmer e Percival de Oliveira. Osmar Hermes faleceu em 3 de janeiro de 2017, deixando um importante legado na comunidade. Durante a sessão, estiveram presentes familiares e amigos de Osmar, que ficaram emocionados com a aprovação do projeto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here