Vereadores de oposição encaminharam sugestão ao prefeito visando auxílio para pequenas e micro empresas em razão dos prejuízos com a pandemia - Crédito: Guilherme Baptista/FN

Em entrevista coletiva no final da manhã de quinta-feira, dia 13, um grupo de vereadores de Montenegro apresentou a proposta de um Plano de Auxílio para micro e pequenas empresas em razão dos prejuízos causados pela pandemia do coronavírus.

A indicação de projeto, que será encaminhada para a Prefeitura, recebeu as assinaturas dos vereadores Juarez Vieira da Silva (PTB), Neri de Mello Pena, o Cabelo (PTB), Cristiano Von Rosenthal Braatz (MDB), Felipe Kinn da Silva Menezes (MDB) e Valdecir Alves de Castro (Republicanos). Como este tipo de projeto tem que ser encaminhado pelo Executivo, os vereadores, que são de oposição, encaminharam uma indicação ao prefeito Kadu Müller, sugerindo que ele analise e depois possa enviar o projeto para a Câmara. A proposta é de que a Prefeitura conceda por três meses auxílio econômico aos pequenos comerciantes e prestadores de serviços formais de Montenegro, que não tenham se enquadrado como essenciais nos decretos. Entre as sugestões, redução de IPTU no percentual de 80%, além de auxílio em pagamento de aluguel. “Estamos a bastante tempo estudando este auxílio, em razão das dificuldades enfrentadas pelas pequenas empresas locais”, afirmou o vereador Juarez, citando cidades como Sapiranga e Campo Bom, onde foram adotadas leis similares. “É importante para essa retomada na economia, beneficiando a geração de empregos e renda para o próprio município”, completou o vereador Cabelo.

Os vereadores sugerem a abertura de um crédito especial de 500 mil reais para o programa e os beneficiários devem ser selecionados pela Secretaria Municipal de Indústria e Comércio (SMIC). “Seria algo excepcional, em razão da pandemia”, ressaltou o vereador Cristiano. Mesmo em ano eleitoral, acredita que o projeto é viável e pode ser encaminhado pelo Executivo. O projeto foi lido na sessão da Câmara de ontem, sendo o assunto mais comentado durante a reunião.

O vereador Juarez esclareceu ainda que o projeto sugerido pelos vereadores não tem qualquer relação com a repercussão decorrente dos incentivos para a instalação de mais uma unidade dos Supermercados Mombach, que foi aprovado na quinta-feira anterior depois de muita polêmica. Segundo Juarez, esse novo projeto já vinha sendo estudado antes. “É preciso ser criado um projeto para atender as pequenas e micro empresas agora durante a pandemia”, considera.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here