Andrea Azevedo mora atualmente em Canoas | Reprodução/FN

O prazo para as convenções terminou no último domingo, dia 5. Até o próximo dia 15 de agosto as candidaturas devem estar registradas para poder disputar as eleições de 7 de outubro. E isso vale para todos os candidatos a presidente, governador, senador, deputado federal e estadual. Um dia depois inicia a propaganda. E entre 31 de agosto e 4 de outubro o horário político na rádio e televisão.

O Vale do Caí terá alguns candidatos a deputado, especialmente em Montenegro, onde alguns políticos, entre moradores e pessoas naturais do município, vão buscar vaga no parlamento. Uma das novidades nesta eleição será o Partido Novo. E a sigla terá dois candidatos do Vale do Caí, já homologados na convenção de 20 de julho. Um deles é Dirceu Godoi de Quadros, da Feliz, um dos mais jovens candidatos, com apenas 21 anos. Outro nome é o de Andrea Azevedo.

Andrea Azevedo, 45 anos, é natural de Montenegro. “Minha família é toda de Montenegro”, conta, lembrando que saiu da cidade ainda pequena, quando os pais se mudaram para Canoas. Mas muitos parentes continuam morando em Montenegro. “Tenho um carinho enorme pela minha cidade natal”, declara. Empresária do ramo da construção civil, professora e gestora, Andrea está concluindo o curso de ciências políticas. Em Canoas, onde concorreu à Câmara Municipal na última eleição, foi autora do projeto popular contra o aumento do salário dos vereadores, ocasião que foram coletadas 13 mil assinaturas.
Ontem, terça-feira, o Partido Novo realizou um evento em Montenegro, com a participação do cientista político Fábio Ostermann e de Camilo Bornia, candidatos a deputado estadual e federal pela legenda. Na ocasião também falaram sobre a sigla, que foi fundada em 2011.

Deixe seu comentário