Guia de remo traz fotos, dicas de turismo, aventura e até as “praias” do rio Caí Crédito: Extra Eco Adventure

O grupo Extra Eco Adventures está lançando o Guia de Remo no Vale do Caí. O guia possui dicas de turismo, aventura e meio ambiente. E conta com os apoios das Prefeituras de Montenegro, Pareci Novo, São Sebastião do Caí, Bom Princípio, Capela de Santana e Harmonia, além de LF Oliveira, Mombach Supermercados e Odonto Becker.

Número de remadores é cada vez maior na região
– Reprodução/FN

Integrantes do grupo já vêm se reunindo com prefeitos dos municípios para apresentarem o guia. Conforme eles, o projeto visa apoiar o esporte e o turismo de aventura pelo rio Caí. Embora o grupo tenha sua base em Montenegro, têm mantido contatos com praticantes do esporte das demais cidades banhadas pelo rio. E através de um e-book (livro digital) busca apoiar, conectar culturas e renovar propósitos para uma vida mais próxima ao meio ambiente. O e-book, que pode ser acessado gratuitamente no site da agência Com+ pelo site www.commais.net, tendo como propósito apoiar o esporte do remo com conhecimento específico, além de conter informações úteis a várias outras movimentações pelo rio Caí. O intuito é contribuir e dar independência a remadores de outros lugares, que a partir destas informações podem montar seus planos de remada, calcular a distância que pretendem percorrer e observar acessos usuais de quem utiliza a orla com frequência. Com isso compartilham as suas experiências e eco-aventuras, unindo remo, meio ambiente e camaradagem pelo rio Caí.

Algumas praias do rio Caí já foram batizadas
– Reprodução/FN

O guia inclui desde mapa da bacia hidrográfica do rio Caí, fotos e dicas para uma boa remada pelo rio. Alerta, por exemplo, sobre as enchentes e a necessidade de equipamentos de segurança, como coletes salva-vidas e botinha de borracha, além de não remar sozinho. E também verificar a previsão do tempo com relação à chuva, vento e calor. Também informa sobre o apronto principal, com relação a equipamentos e materiais que serão utilizados.

O percurso tratado no guia se refere aos 43 quilômetros entre Bom Princípio e Montenegro, passando também por cidades como Harmonia, São Sebastião do Caí, Capela de Santana e Pareci Novo. Num percurso realizado entre sete remadores, o trecho foi percorrido em torno de 7 horas, incluindo quatro paradas de vinte minutos. A média foi de 6,14 Km/h. Em outra remada mais ousada, de 4 de julho de 2020, os remadores montenegrinos Roberto Nonemacher e Sandro Müller, com assessoria técnica de Pedro Piqueres, foram de SUP (stand up paddle) até Porto Alegre, perfazendo 64 quilômetros em doze horas. Na última quinta-feira, Sandro, Roberto e Murilo Ávila falaram na rádio América sobre o lançamento do Guia de Remo e do e-book.

Pranchas e caiaques têm invadido o rio Caí
– Reprodução/FN

O grupo de remadores também criou a cultura de nomear praias no rio Caí e “urbanizá-las” minimamente no sentido de localizá-las, mostrar exposição solar, dar dicas de meio ambientes, colocar equipamentos públicos para compartilhamento, como bancos, churrasqueiras, placas de sensibilização social e ambiental, lixeiras e nivelamento do solo. Os remadores batizaram pelo menos duas praias no rio Caí: Maria Beach, junto ao Morro da Mariazinha, em Montenegro, que tem um belo paredão e várias lendas; e a Praia do Paiol, próximo da antiga Barragem do Rio Branco, em Pareci Velho (Capela).

Belas paisagens chamam a atenção
– Reprodução/FN

O número de remadores vem aumentando na região. Antes eram poucos transportando pranchas e caiaques. Mas aos poucos o esporte vem caindo no gosto dos atletas do Vale do Caí. E os aficionados, homens e mulheres, são de todas as idades. Um dos destaques é Bernardo, de 7 anos, que rema junto com os pais João e Cíntia Francisco, e mais a irmã Clara, de 10 anos. Já Murilo Ávila leva até o seu cachorro e mascote Luke na prancha.

Ao invés das tradicionais pranchas de surf, as pranchas agora são maiores e ganharam remos. E com isso deslizam sobre o rio. Inclusive Montenegro, junto ao clube Caça e Pesca, tem um local para aluguel de pranchas de stand up e caiaque, além de venda de pranchas e equipamentos, e aulas para iniciantes. Contatos pelos telefones 99742 7561 (Diego) e 99291 4340 (Jeanice).

Guia de remo tem acesso grátis e pode ser baixado no site www.commais.net
– Reprodução/FN

O e-book tem a direção de criação de Sandro Müller, da agência com+, design de Fábio Scherer, revisão e produção de Giovana Schüller. As imagens compartilhadas foram registradas por Sandro Müller e Fábio Mentz.

 

 

 

 

 

Guia de remo traz fotos, dicas de turismo, aventura e até as “praias” do rio Caí Crédito: Extra Eco Adventure

Guia de remo ganhou o apoio dos prefeitos do Vale do Caí
– Reprodução/FN

1 COMENTÁRIO

  1. Rio Caí em São Sebastião do Caí:
    Prezados amigo
    Sempre achei que o nosso Rio Caí deveria ser melhor aproveitado,
    em função das belezas naturais que o mesmo nos mostra .
    Parabéns à todos envolvidos nessa brilhante ideia

    Att
    Gilson Fraga Coelho de Tramandaí

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here