Pedidos de reconsideração não foram aceitos, sendo mantidas duas regiões covid em bandeira preta, 18 em vermelha e apenas uma na laranja - Crédito: Governo do Estado

O preocupante agravamento do cenário do coronavírus no Estado, com o aumento no número de casos e internações, lotando hospitais e UTIs, causou uma situação inédita no Rio Grande do Sul. Pela primeira vez o Estado tem bandeiras pretas, de risco epidemiológico altíssimo. As regiões de Bagé e de Pelotas aparecem na bandeira preta no mapa preliminar do sistema de distanciamento controlado divulgado nesta sexta-feira, dia 11, o que implica em restrições mais severas. Apenas uma região covid, de Cruz Alta recebeu classificação de bandeira laranja, de risco médio. As outras 18 regiões covid, incluindo as que integram os municípios do Vale do Caí, permanecem na bandeira vermelha, de risco alto.

O momento é de extremo alerta, pois o Rio Grande do Sul observou aumento em quase todos os indicadores. Houve elevação, nos últimos sete dias, de 14% nas hospitalizações por Covid-19 (de 1.174 para 1.338 casos), que alcançou o maior número desde o início do monitoramento. Também é o número mais elevado de pacientes em UTI, em leitos clínicos e de óbitos. As mortes cresceram 15% nesta semana, chegando a 409 registros. Como resultado, há o menor número de leitos livres (407) no Estado. Por isso, o governo do Estado reforça a necessidade de a população seguir os protocolos e as regras sanitárias estabelecidas pelo modelo.

A cogestão, que permitia adotar protocolos menos restritivos, continua suspensa. Pedidos de reconsideração podem ser enviados pelos municípios e regiões até as 6h da manhã de domingo. O mapa definitivo da próxima semana será divulgado na tarde de segunda-feira, passando a vigorar a partir do dia seguinte, terça-feira, 15 de dezembro.

Oito municípios do Vale do Caí, que não tiveram mortes e internações nos últimos 14 dias, podem adotar protocolos de bandeira laranja. São eles: Brochier, Harmonia, São José do Sul, São José do Hortêncio, Alto Feliz, Bom Princípio, Linha Nova e São Vendelino. Os outros doze estão em bandeira vermelha.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here