Avenida Osvaldo Aranha, no Caí, foi uma das atingidas pela enchente - Crédito: Defesa Civil

Depois de muita chuva e os níveis do rio Caí e dos arroios subindo bastante, a situação começa a ficar mais tranqüila.

Em Bom Princípio, o rio Caí e o arroio Forromeco, que tinham subido muito, já e estão começando a baixar, segundo o comandante dos Bombeiros Voluntários e coordenador da Defesa Civil, Paulo Portinho. Trechos que chegaram a ficar interrompidos nas estradas já estão parcialmente sendo liberados em Bom Princípio. Agora no final da manhã o rio estava com 10m64cm e o Forromeco 4m60cm.

Na Serra o nível do rio Caí também baixou bastante. Chegou a subir mais de 6 metros, pela régua da CPRM em Nova Palmira (Caxias do Sul), mas até o final da manhã de hoje já tinha baixado quase 4 metros, incluindo saindo das cotas de inundação e alerta, passando para de atenção.

Enchente espalhou muito lixo
– Crédito: Defesa Civil

Em São Sebastião do Caí, pela régua da CPRM o rio chegou a subir mais de 10 metros. Na manhã de hoje, quarta-feira, chegou a 12m02cm às 10h45, mas aí estabilizou e começou baixar lentamente. Ao meio-dia estava em 11m96cm. Conforme o coordenador da Defesa Civil do Caí, Pedrinho Griebler, até a madrugada 17 famílias, com 74 pessoas, foram removidas para o ginásio do Centro Integrado Navegantes, no Caí. No total, Griebler calcula que mais de 350 pessoas foram atingidas pelas cheias no Caí, ficando no próprio imóvel, mas na parte mais alta, indo para o ginásio ou para casa de familiares. E tem a preocupação com a pandemia. “Todas tiveram a temperatura medida. Quem estava sem máscara ganhou uma e também recebeu álcool gel, além do distanciamento de 3 metros na ocupação do ginásio”, explica.

Famílias removidas devem voltar amanhã para casa
– Crédito: Prefeitura

A expectativa é de que, com o rio baixando, o retorno das famílias removidas para suas moradias deverá acontecer a partir de amanhã. Pedrinho acredita que no início da manhã de quinta-feira o rio já esteja de volta ao seu leito normal, liberando todas as ruas alagadas. A enchente atingiu principalmente ruas do bairro Navegantes e também a avenida Osvaldo Aranha na altura do campo do Riachuelo.

 

O rio Caí sobe lentamente em Montenegro e enchente deve ser pequena
– Reprodução/FN

Em Montenegro o rio continua subindo e no final da manhã de hoje alcançou a cota de inundação de 6 metros. Segundo o coordenador da Defesa Civil, Elton da Silva, o município está em alerta, mas pelas projeções deverá ser uma enchente pequena, não passando dos 7 metros, sem a necessidade da remoção de famílias.

A previsão é de que a chuva não continue nos próximos dias. A preocupação maior passa a ser o frio, já que a previsão é de forte queda nas temperaturas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here