Prefeitos estiveram no Procon cobrando melhorias para evitar os constantes problemas de falta de luz - Crédito: Alex Steffen/Prefeitura de Bom Princípio

Prefeitos e lideranças dos municípios do Vale do Caí participaram ontem, terça-feira, de uma reunião na sede do Procon Estadual, em Porto Alegre. O encontro também teve a presença de Catarina Paladino, secretário estadual de Justiça e Cidadania.

A principal reclamação no órgão de proteção e defesa do consumidor era sobre o grave problema da constante falta de luz nos municípios da região, que tem causado muitos transtornos e prejuízos. Representantes da empresa RGE prestaram esclarecimentos sobre os problemas de interrupção no fornecimento de energia elétrica, principalmente em função de temporais, e quanto aos protestos de demora nos consertos. Foi estabelecido que a RGE tem agora dez dias para apresentar um plano de ação para melhorar o seu atendimento na região, além de facilitar a comunicação, dando mais atenção aos usuários. Caso as providências não sejam tomadas, poderão ser aplicadas multas.

Reunião no Procon, com a presença dos prefeitos, aconteceu ontem
– Crédito: Alex Steffen/Prefeitura de Bom Princípio

Conforme as lideranças da região, em alguns casos os moradores e estabelecimentos ficaram mais de um dia sem luz devido a demora em restabelecer o serviço. E a falta de luz ocorreu em dias de intenso calor, causando não só sofrimento em crianças, idosos e pessoas doentes, mas também prejuízos financeiros para o comércio, empresas e propriedades rurais. Entre os principais problemas estariam galhos e árvores que caem na rede de energia quando ocorre vento forte, além de postes podres de madeira que devem ser substituídos por de concreto. Alguns municípios, como Bom Princípio e Tupandi, mobilizaram suas comunidades através de abaixo-assinados. Também houve reclamação quanto ao atendimento, já que o escritório regional da RGE teria sido centralizado em São Leopoldo. A Associação dos Municípios do Vale do Rio Caí (AMVARC), além da reunião no Procon, também está agendando uma audiência no Ministério Público.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here