Ernesto Kasper, da Ecocitrus, participou de reunião com o Incra Reprodução/FN

O Vale do Caí é a maior região produtora de citros do Rio Grande do Sul e visa a aumentar a produção orgânica, tendência apontada pelo interesse ascendente dos consumidores na saúde.

A Comissão de Produção Orgânica do Rio Grande do Sul (CPOrg/RS) reuniu-se, na última quinta-feira, com a superintendência regional do Incra, para discutir projetos de incentivo voltados à citricultura, sobretudo em assentamentos gaúchos. O movimento beneficia todo o Vale do Caí e a Cooperativa dos Citricultores Ecológicos do Rio Grande do Sul (Ecocitrus), com sede em Montenegro, que tem demanda de mercado crescente, principalmente no exterior.

O encontro, que teve a participação de Ernesto Carlos Kasper, gerente de relações institucionais da Ecocitrus e um dos coordenadores da CPOrg/RS, tratou da articulação entre as instituições. Dentre as ações previstas, está a aproximação com o governo do Estado e com órgãos de pesquisa para elaboração de um projeto voltado à fruticultura, com ênfase na citricultura.

Uma visita a unidades produtivas com este viés está prevista para janeiro de 2020, incluindo na rota o Vale do Caí, a Ecocitrus e pomares de associados da cooperativa, que é referência internacional em produção agroecológica de citros.

Este ano, a Ecocitrus completou 25 anos, celebrando aumento de 56% nas frutas recebidas para processamento e um quadro de sócios com mais de 110 agricultores e agricultoras familiares que produzem no sistema agroecológico. A cooperativa completa toda a cadeia agrícola, oferecendo assistência técnica, adubo orgânico gratuito, produzindo sucos e óleos essenciais para exportação ao mercado europeu e gerando renda a toda a região do Vale do Caí.

Ecocitrus

A Cooperativa dos Citricultores Ecológicos do Vale do Caí (Ecocitrus), fundada em novembro de 1994, é uma cooperativa consolidada no mercado, reconhecida internacionalmente pela produção de citros no modelo agroecológico, por investir de forma pioneira na produção de biofertilizantes. A produção atual de sucos e óleos essenciais da agroindústria é exportada a países como França e Alemanha. A cooperativa também é reconhecida por praticar um modelo de gestão que prima pela construção conjunta e pelo protagonismo dos associados em todas as tomadas de decisão, recebendo visitas técnicas de todo o país para mostrar o modelo inovador que empodera agricultores e gera renda a famílias do Vale do Caí.

O que é a CPOrg

A Comissão de Produção Orgânica (CPOrg) é um colegiado formado paritariamente por entidades da sociedade civil e dos poderes públicos que, no Rio Grande do Sul, possui 42 titulares. Entre as atribuições da comissão estão o acompanhamento, incentivo e divulgação da produção orgânica. A equipe ainda realiza visitas periódicas de orientação aos agricultores. Conforme o portal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), responsável pelo controle do setor, há 2,5 mil produtores com atestada qualidade orgânica no Estado.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here