Representantes de entidades empresariais de Montenegro tiveram reunião ontem com o prefeito Kadu Muller - Crédito: ACOM/Prefeitura

Na quinta-feira, dia 26, o Prefeito Kadu Müller recebeu empresários de diferentes setores empresariais na Prefeitura de Montenegro.

Na oportunidade foram tratados assuntos envolvendo os segmentos no cenário da pandemia mundial do Covid-19, o novo Coronavírus. Avaliação dos decretos do Estado e do Município que visam conter a contaminação, bem como os prazos para retorno do comércio foram alguns dos temas em pauta. Uma proposta de estudo para revisão dos feriados também foi sinalizada no encontro.
Entre os participantes, estiveram Karl Heinz Kindel (ACI), José Lotario Stoffel (Sindilojas) e Paulo Vitor Menezes Ingracio (CDL). Do Executivo, os Secretários da Fazenda e da Indústria e Comércio acompanharam o Prefeito Kadu.

Reunião de prefeitos

O prefeito Kadu declarou que continuam valendo as medidas dos decretos, solicitando a prevenção, procurar ficar em casa, adotando medidas de higiene e limpeza. Sobre a possibilidade de flexibilização na reabertura de estabelecimentos comerciais, empresas e serviços, Kadu disse que os prefeitos do Vale do Caí, que integram a AMVARC, terão reunião na tarde desta sexta-feira, a partir das 13h30, para avaliar a situação e medidas adotadas nos decretos dos municípios.

Entidades empresariais do Estado e governador

Fiergs (a Federação das Indústrias do RS), Farsul (A Federação da Agricultura do RS) e Fecomércio (Federação do Comércio de Bens e Serviços do RS) divulgaram ontem, quinta-feria (26), o manifesto Pela Reativação da Economia Gaúcha. No documento, as três entidades, que representam os principais setores da economia gaúcha, manifestam a preocupação com “a ameaça de desabastecimento caso se prolonguem, além de um limite razoável, as proibições de atividades empresariais” e propõem um retorno gradativo às atividades a partir de 1º de abril.

Já o governador Eduardo Leite afirmou ontem que as medidas de restrição à circulação de pessoas no Rio Grande do Sul não serão revistas pelo governo gaúcho até o final da próxima semana. Para ele, um relaxamento nas regras, que incluem a redução de atividades econômicas, só irá ocorrer após análise do avanço do coronavírus no Estado e da capacidade de atendimento da rede. O governador afirmou que a quarentena deve ir, pelo menos, até o final da próxima semana, devendo antes ser feita uma avaliação dos dados, e as informações da evolução do quadro de contágio no Estado.

Na sociedade a questão da abertura ou não do comércio divide opiniões, gerando muitos debates nas redes sociais. Através de redes sociais está sendo inclusive organizada uma carreata em Montenegro na próxima segunda-feira.

 

 

Área de anexos

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here