Soldado Kindel ficou emocionado ao conhecer a menina Manuela e a mãe Andreia - Crédito: Brigada Militar

Morador do bairro São João, em Montenegro, o soldado Leonardo Harres Kindel, de 21 anos, passou por uma experiência incrível no último dia 29 de janeiro. Formado na Escola da Brigada Militar (EsFES) de Montenegro em julho do ano passado, desde então o soldado Kindel está trabalhando em São Sebastião do Caí.

Era uma noite de quarta-feira e o soldado Kindel estava de plantão como rádio operador no 27º Batalhão de Polícia Militar (27ºBPM), com sede no Caí. Em torno de 20 hora, ao atender o telefone de emergência do 190 não esperava que naquela noite iria viver o momento mais emocionante neste meio ano de início de sua carreira militar. Do outro lado da linha estava uma mulher bastante nervosa. Era uma vizinha de uma gestante que se encontrava em trabalho de parto. Ela informou que as duas estavam sozinhas e sem veículo na residência. E que teriam tentado contato com o telefone do Samu, mas as linhas estavam ocupadas. Por isso, desesperadas, ligaram para o 190 da Brigada Militar.

O soldado Kindel, inicialmente, procurou acalmar as duas mulheres, tentando entender em qual estágio do trabalho de parto a gestante se encontrava. Ao mesmo tempo, com outro telefone, começou a efetuar ligações para o Samu. Mas como a gestante já se encontrava em estado avançado de parto, começou a passar algumas orientações para a vizinha sobre os procedimentos a serem adotados. Enquanto isso também seguia tentando ligar para que uma ambulância se deslocasse até o local, numa residência do Loteamento Popular.
Após alguns momentos, a vizinha, que se encontrava com a gestante, informou que a criança iria nascer. Foi neste momento que o policial conseguiu contato com o Samu para deslocar uma ambulância até residência. Quando o Samu chegou ao local, a mãe já havia dado a luz a uma menina. E tudo ocorreu bem graças as orientações passadas pelo soldado Kindel e seguidas pela vizinha da gestante. Orientações que o PM recebeu no curso de formação da Brigada. Isso foi fundamental para que, mesmo com o parto ocorrendo sem o acompanhamento médico e fora de um local adequado, bebê e mãe ficasse bem.

“Foi muito emocionante”

Após a chegada do Samu, mãe e filha receberam atendimento e foram encaminhadas ao hospital. Elas ainda ficaram alguns dias no Hospital Montenegro.

Uma semana após o parto, o soldado Kindel foi conhecer a mãe e a menina recém-nascida, que já estavam em casa e muito bem. “Foi muito emocionante, uma experiência única. Ajudei a pôr no mundo uma vida e isso nunca vou esquecer. Fico feliz que deu tudo certo e que bebê e mãe estão bem e saudáveis”, comemora. “Nunca imaginei que passaria por isso. Graças a Deus tivemos o treinamento adequado para a situação”, declarou, ainda emocionado, após ver de perto a menina Manuela e receber os agradecimentos da mãe Andreia.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here