Novo trecho, de 18,7 quilômetros, deve ser construído entre Sapucaia e Portão - Crédito: Câmara de Portão

Durante a Cúpula do Mercosul, em Bento Gonçalves, foi entregue ao presidente Jair Bolsonaro um ofício solicitando a extensão da BR 448 – a Rodovia do Parque. O presidente alegou que só poderá tratar do assunto após a duplicação do trecho sul da BR 116 e da nova ponte do Guaíba, obras que devem ser entregues no próximo ano.

A expectativa é de ter o estudo de viabilidade técnica da extensão da BR 448 aprovada o mais breve possível. A partir de então, buscar a execução do projeto até outubro do próximo ano e a inclusão no orçamento do Governo para 2021.

O objetivo é prolongar a BR 448 até Portão, o que iria beneficiar principalmente as regiões dos Vales do Caí, Sinos e Serra. O novo trecho deverá ter 18,7 quilômetros, desde Sapucaia do Sul até a ERS 240 em Portão. O investimento no estudo será de aproximadamente 750 mil reais. Já a obra tem custo estimado de 1 bilhão de reais. O Governo Federal estuda a concessão da obra à iniciativa privada, já que não dispõe de recursos para a sua execução. Uma das justificativas para agilizar a obra é de que irá também desafogar a congestionada BR 116.

No próximo sábado, dia 14, às 9 horas da manhã, acontece uma nova mobilização em defesa da extensão da BR 448. A manifestação vai ocorrer novamente em Portão, na margem da RS 240, na antiga área da Casa das Cucas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here