Praça de pedágio na BR 386, em Montenegro, começou a funcionar em 9 de fevereiro e em um mês já terá o primeiro reajuste nas tarifas - Crédito: PRF

A nova praça de pedágio, na BR 386, em Montenegro, perto da ponte do rio Caí e da divisa com Nova Santa Rita, começou a funcionar no último dia 9 de fevereiro, com tarifa R$ 4,40 para automóveis, R$ 2,20 para motos e R$ 8,80 para caminhões e ônibus. E cerca de um mês após o início do pedágio, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou o reajuste nas tarifas da CCR ViaSul, incluindo Montenegro, Três Cachoeiras, Gravataí (freeway), Paverama, Fontoura Xavier e Victor Graeff.

Com reajuste de 4,31%, correspondente à variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), os carros passam a pagar R$ 4,60, com aumento de 20 centavos. Já as motos passam para R$ 2,30 e caminhões e ônibus vão gastar entre R$ 9,20 e R$ 27,60, dependendo do número de eixos. A cobrança ocorre nos dois sentidos da rodovia. O reajuste entra em vigor a partir da meia-noite do próximo sábado.

Pedágio do Portão não diminui

A partir de abril deverá ter redução na tarifa da maior parte das praças de pedágio das rodovias estaduais, com uma diminuição de 10%. Dos 14 pedágios, em 12 terá redução. Mas isso não vai acontecer no pedágio de Portão, no Vale do Caí, onde a tarifa vai continuar em R$ 6,50. Apenas em Portão, que abrange a RS 122 e RS 240, e Campo Bom, não terá diminuição no valor cobrado. Nas demais, a mudança no cálculo da cobrança reduziu o preço para carros e aumentou para caminhões.

Conforme a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), o valor em Portão e Campo Bom é inferior ao praticado nas outras praças no Estado, considerando que em várias delas é cobrado nos dois sentidos. A mudança deve passar pela aprovação do Conselho de Administração da EGR neste mês de março, para então entrar em vigor em abril. A alteração ocorre após o Conselho Gestor do Programa de Concessões e Parcerias Público-Privadas aprovar uma nova tabela para a base de cálculo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here