Um total de 14 municípios do Vale do Caí recorreram para não entrar na bandeira vermelha, mas não houve reversão - Crédito: Governo do Estado

Mesmo com o Governo do Estado mantendo a bandeira vermelha na maioria dos municípios do Vale do Caí, incluindo as 14 cidades vinculadas as regiões de Canoas e Novo Hamburgo no sistema de distanciamento controlado, ocorreram mudanças nos protocolos e medidas. Uma delas, anunciada pelo governador Eduardo Leite, é que municípios em bandeira vermelha, sem registro de óbito ou internação por coronavírus nos últimos 14 dias, poderão seguir protocolos da bandeira laranja, caso o prefeito assim decida. Isso pode beneficiar boa parte das cidades do Vale do Caí que estariam em bandeira vermelha. Com isso, no Vale do Caí podem seguir os protocolos de bandeira laranja: Barão, Capela de Santana, Harmonia, Maratá, Pareci Novo, Salvador do Sul, São José do Hortêncio, São José do Sul, São Pedro da Serra e Tupandi.

Outra mudança é que missas e cultos, em cidade de bandeira vermelha, poderão receber 30 pessoas. E em academias o atendimento individualizado será liberado. Quanto a volta às aulas presenciais, deve ocorrer na segunda quinzena de julho, em etapas, mas o anúncio ainda deve acontecer pelo Estado. Em bandeira vermelha, setores da indústria poderão ampliar atividades para até 75% dos trabalhadores (limite anterior era de 50%).

Portanto, devem se manter nos protocolos da bandeira vermelha: Brochier, Montenegro, São Sebastião do Caí e Portão. São os municípios que estão na bandeira vermelha e tiveram internações por coronavírus nos últimos 14 dias.

Para outros seis municípios do Vale do Caí, vinculados a Caxias do Sul, podem novamente flexibilixar o comércio e serviços em razão da redução nas internações e aumento do número de leitos. E com isso podem voltar a abrir lojas e serviços que antes estavam impedidos de funcionar, desde que obedecendo às limitações de uso de espaço, distanciamento, higiene, limpeza e o uso obrigatório de máscara. É o caso de Bom Princípio, Feliz, Vale Real, São Vendelino, Alto Feliz e Linha Nova.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here