Imagem ilustrativa/internet

Na tarde desta sexta-feira terá mais um anúncio sobre o mapa preliminar das bandeiras do sistema de distanciamento controlado do Governo do Estado para a próxima semana.

Atualmente seis cidades do Vale do Caí, que tem como referência Canoas e tiveram óbitos ou internações nas duas últimas semanas, seguem em bandeira vermelha, de risco alto, entre elas Montenegro, São Sebastião do Caí, Portão, Harmonia, Capela de Santana e São José do Sul. Mesmo em bandeira vermelha, os novos protocolos do Estado permitiram uma maior flexibilização, beneficiando principalmente lojas e restaurantes.

Nesta última semana, após recurso, houve mudança para os municípios que tem como referência Caxias do Sul, os quais puderam voltar para a bandeira laranja, de risco médio, que permite maior flexibilização no comércio e serviços, já que foi aceito o pedido de reconsideração. Isso beneficiou principalmente Bom Princípio, Feliz e São Vendelino, que estavam em bandeira vermelha e retornaram para a laranja. Alto Feliz, Linha Nova e Vale Real já estavam em laranja porque não tiveram mortes ou internações nos 14 dias antes do anúncio do mapa preliminar. Neste mesmo critério, seguiram em bandeira laranja: Barão, Brochier, Maratá, Pareci Novo, Salvador do Sul, São José do Hortêncio, São Pedro da Serra e Tupandi.

A partir da próxima semana as regras do modelo de distanciamento controlado vão mudar. O governo continua anunciando as bandeiras para todas as regiões, mas as decisões quanto às restrições passarão a ser compartilhadas com as Prefeituras e associações regionais de municípios. Conforme acordo entre Governo do Estado e Federação dos Municípios (Famurs), o qual ainda deve ser oficializado por decreto, cada região terá autonomia para flexibilizar as regras estaduais, desde que tenha apoio da maioria dos prefeitos e encaminhamento de um documento técnico. Portanto, os prefeitos de uma região em bandeira vermelha poderão adotar protocolos semelhantes ao da bandeira laranja, caso isso seja defendido pela maioria. A decisão é da região pelo sistema de distanciamento controlado, ou seja, dos grupos de prefeitos que tem como referência Canoas, Caxias do Sul e Novo Hamburgo, no caso dos vinte municípios do Vale do Caí. As regras têm que ser definidas em grupo e não individualmente de cada município. E não pode ter menos restrição do que a bandeira inferior. No caso, se está em bandeira vermelha, não pode ter menos limitações que a laranja. E se está em laranja, não pode ter menos restrições que a amarela.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here