Anúncio ocorreu durante reunião em Brasília - Crédito: Diana Leiko/Divulgação
Após reunião na última quarta-feira, dia 23, no Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) com o secretário-executivo da pasta, Mauro Biancamano, o senador Lasier Martins (Podemos-RS) recebeu sinalização do governo federal de uma saída para financiar o projeto de combate global às históricas inundações do Vale do Rio Caí, com valor estimado em R$ 11 milhões.
Acompanhado do superintendente da Metroplan, Rodrigo Schnitzer, responsável pelo plano com diagnósticos e soluções para o problema, e do prefeito de Pareci Novo e presidente da Associação dos Municípios do Vale do Caí (AMVARC), Oregino José Francisco, representando os cinco municípios atingidos, o senador ouviu a sugestão de parcelamento do projeto, o escalonando em etapas conforme a prioridade. “Em razão do aperto orçamentário da União, essa seria uma forma de viabilizar a liberação de recursos ao longo dos próximos anos”, ressaltou o secretário. Ele também apontou como alternativa a destinação de emendas parlamentares da bancada gaúcha e uso de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
Conforme Lasier, as medidas propostas pela Metroplan trariam uma solução definitiva para transtornos que ocorrem todos os anos e alcançam cerca de 20 mil habitantes, além de prejudicar as atividades da indústria e da agricultura da região. “A sinalização do Ministério é positiva, pois se trata de um plano factível para contornar as consequências negativas de enchentes que assolam a região por quase um século”, observou o senador. Os municípios de São Sebastião do Caí, Montenegro e Pareci Novo costumam ser os mais afetados pelas enchentes do rio Caí, mas as cheias, incluindo também os arroios, atingem outras cidades da região.
Conforme o consenso estabelecido pelos próprios prefeitos, o primeiro investimento seria destinado à cidade de Montenegro, onde os efeitos sobre a área urbana são bastante expressivos. A solução indicada seria construir um desvio de parte da vazão do rio. Os demais equipamentos envolveriam, basicamente, a construção de diques.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here