Municípios sem óbitos ou internações nos últimos 14 dias estão se mantendo na bandeira laranja - Crédito: Governo do Estado

O Governo do Estado divulgou no final da tarde de hoje, segunda-feira, dia 6, o resultado da análise de 37 pedidos de reconsideração de Prefeituras e Associações de municípios quanto ao mapa das bandeiras das vinte regiões do sistema de distanciamento controlado, que passa a vigorar a partir de amanhã, terça-feira.

Novamente o Estado aceitou o pedido de reconsideração da região da Serra, que tem como referência Caxias do Sul e que na sexta-feira passada teve anunciada a bandeira preliminar vermelha. Com isso, Feliz pode continuar na bandeira laranja. As outras cinco cidades do Vale do Caí que estão na região de saúde da Serra – Bom Princípio, São Vendelino, Alto Feliz, Vale Real e Linha Nova, já se mantiveram na laranja porque não tiveram óbitos ou internações por Covid-19 nos últimos 14 dias.

Conforme o prefeito Albano Kunrath, da Feliz, foi encaminhado recurso através do Observatório Regional da Serra e pela Associação dos Municípios da Encosta Superior (Amesne), do qual a Feliz faz parte. No recurso os municípios da Serra alegaram que ocorreram 43 hospitalizações nas duas últimas semanas e não 86 como registrado pelo Estado, além de ter reduzido a ocupação de leitos de UTI. Na semana anterior, após recurso da Amesne, os municípios da região da Serra já tinham conseguido manter-se na bandeira laranja.

Desta vez não houve recurso por parte da Associação dos Municípios do Vale do Rio Caí (Amvarc). Sete municípios, integrantes da Amvarc, pelo novo mapa estarão na bandeira vermelha, de risco alto. São Sebastião do Caí, Montenegro, Portão e Pareci Novo já estavam e com isso permanecem mais duas semanas com as mesmas restrições. Harmonia, Capela de Santana e São José do Hortêncio estão entre os novos que ingressam na bandeira vermelha a partir de amanhã, terça-feira, só podendo funcionar atividades essenciais. As outras doze cidades do Vale do Caí, que não tiveram óbitos ou internações por coronavírus nos últimos 14 dias, podem continuar com bandeira laranja, de risco médio, que permite a flexibilização do comércio e serviços.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here